3 de setembro de 2010

Do lado de lá...



"Se a vida as vezes da uns dias de segundos cinzas
e o tempo tic tac devagar
Ponha o teu melhor vestido, brilha teu sorriso
Vem pra cá, vem pra cá
Se a vida muitas vezes só chuvisca, só garoa
e tudo não parece funcionar
Deixe esse problema a toa, pra ficar na boa
Vem pra cá.."
(Chimarruts)
------------------------------------------
Olhem.
Ela já arrumou sua mala. Senta sobre ela, tenta ajeitar as coisas que insistem em cair pelas laterais, logo o ziper irá se romper, pensa consigo aflita. Agarra contra o peito, vestigios do seu passado, gravados nas folhas de um diário. Seu olhar, passeia vago sobre tudo que vai deixar para trás.
Outras também tomaram este caminho. O ticket esclaresce claramente: "Sem garantia de volta". Mesmo assim decide arriscar, afinal isso é tudo que lhe resta, é tudo que o seu coração consegue pedir a cada pulsação. Ardente objeto de desejo... obcessão.
Ela ainda consegue se assustar, com uma história aqui outra acolá, de garotas que entraram nessa e não conseguiram voltar. Porém, o medo passa logo, como se uma nuvem cobrisse o sol da sua razão. Ela sabe. Todos os dias, cada vez mais novas - crianças ainda! Muitas ingressam nesta viagem.
Arrasta sua bagagem, porque está tão pesada?
Arrasta seus pensamentos, será a decisão certa?
Arrasta seus medos.
Arrasta seu coração.

23 comentários:

  1. Eu entrei nessa e não me arrependo! talvez eu nao consiga controlar isso pra sempre mas se me fizer emagrecer estarei por satisfeita.

    Beijos flor.

    ResponderExcluir
  2. nossa que texto, a volta... erá que existe? talvez sim mas são tantas recaídas. Ninguém volta sem querer voltar.

    ResponderExcluir
  3. Também acho que não tem volta.Sei lá,tem q ser forte pra ficar e pra sair tb.
    'Será a decisão certa?'

    Ah,o meu grandão diz q está namorando a mim!Ontem ele me apresentou como namorada dele pela rua.AFF'

    Beijão Vihh
    te love

    ResponderExcluir
  4. As vezes faz bem parar e pensar, devagar.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  5. "Ela sabe. Todos os dias, cada vez mais novas - crianças ainda! Muitas ingressam nesta viagem." * FATOOO
    "será a decisão certa?" Eis a incognita !

    flor obg pelo seu post ;) o gato(rede) ajuda mesmooo rs!

    ResponderExcluir
  6. Texto lindo.
    Se tem volta, eu não sei.
    Como disseram ali em cima tem que ser forte pra sair e pra ficar.
    Porém acho que sair é uma ilusão, visto que muitas garotas, assim como eu, saem e voltam.
    Não conseguem manter-se longe da ana que nos ajuda tanto.

    A volta não existe.

    ResponderExcluir
  7. é verdadeiramente tocante amiga...
    não sabemos o q há de acontecer conosco
    apenas esperamos pelo melhor ou pior...
    amo suas belas e tocantes postagens flor
    sz*-*
    se cuida e forças viu?

    ResponderExcluir
  8. vc é uma verdadeira poeta. eu sei que sempre falo isso, mas é que é tão difícil achar gente que escreve bem.
    adorei a foto do post tb.
    bjs.

    ResponderExcluir
  9. Gosto tanto dos teus textos *.*
    força e se cuida

    ResponderExcluir
  10. ela tem medo do amanhã
    quer para o tempo o futuro parece mt escuro
    ela não quer que a noite chegue
    ela quer esquecer de si mesma
    não quer chorar...
    então ela pensa:
    porque ser assim?
    uma garota sem sonhos...
    ela não saber + ira venser seus medos

    ResponderExcluir
  11. Por mais que eu queira deixar-me ir nesta viagem, espero poder voltar atrás! Espero não perder-me pelo caminho e esquecer que o meu corpo não é tudo.
    Adoro os teus textos! Adoro! Adoro!
    Beijinho
    Filipa*

    ResponderExcluir
  12. Sem duvida a decisão correcta. Não é um caminho sem retorno mas é uma viagem para uma nova vida.

    Aproveita-a

    ResponderExcluir
  13. vi , amei seu post , e me identifiquei mto com ele .
    ha alguns meses atraz eu estava na mesma situação, sentada em cima da minha mala , não sabia se a despachava ou guardava comigo , tinha medo , medo do que podia acontecer cmg , e ver por outra , quando eu finalmente decidia deixa-la ir , via no chão algumas paginas do meu diario , que não me deixavam ir , então eu as abraçav e prometia nunca partir , mas era isso o que eu realmente queria , tenho medo do que eu queria , tenha medo de não conseguir mais voltar , mas essa era a minha unica saida , minha unica oportunidade , então decidi despachá -la , sem medo , e sem olhar para traz , agora estou no caminho , uma longa caminhado sem fim e talvez sem volta , mas decidi continuar , mesmo não sabendo muito bem pra onde eu estava indo , decidi a ana me guiar , mas vez por outra , encontramos a mesma mala , e papéis caidos no chão , então sentimos falta , e ficamos indecisas de novo , mas se formos pensar em tudo que fazemos , nós não faremos mais nada na vida , espero não me perder no caminho .

    desculpa pelo big post , eu te avisei Haha '

    força pra ti :*

    ResponderExcluir
  14. Seus textos são maravilhosos!

    Sem garantia de volta!? Sei bem como!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. lindo mesmo, flor. mas existem coisas na vida que tem sim que serem pensadas com coerência e bastante reflexão.
    cuidado com certas escolhas...

    beijos, querida!

    ResponderExcluir
  16. lindu!!me sinto num campo de flores aqui!!
    fike bem!
    bjos

    ResponderExcluir
  17. Arraste tudo. Que na bagagem cabe tudo. Tudo mesmo.

    ResponderExcluir
  18. adorei teu blog, vou passar mais vezes por aqui ^^

    ResponderExcluir
  19. nao se pode mesmo voltar
    linda adorei o post e o blog a ultima vez que vim ainda nao estava assim ta lindo de montao
    bj

    ResponderExcluir