2 de setembro de 2010

Estação zero

"Eu e o meus olhos sombrios
tornamos um grande conjunto
Com a alma esmaecendo
a pedir um lugar que não há
Entre mil manhãs frescas de bicicleta
Mais mil pores-do-sol
atrás das linhas do bonde
E uma fome de sorrisos e abraços
em torno de mim

Eu e as minhas gavetas de lembranças
que perdi
Tenho visto rostos e vozes que tinha amado
antes ou depois irem embora
E tenho respirado um mar desconhecido
nas oras largas e vazias de um verão
da cidade
Junto da minha sombra nua de melancolia..." (Strada Facendo - Laura Pausine)
----------------------------------------------------------------

Tudo bem se a tristeza me carregar como um chaveiro. Aonde ela me coloca também existem outros, então a solidão se esvai um pouco. Ela me faz companhia, como das inumeras vezes que fez e, eu não consigo entender a razão de nunca a ter mandado embora.

Antes de sair da cama pela manhã, cubro bem meus sentimentos, eles parecem dormir profundamente. Porém, se encosto na porta para sair, eles despertam e insistem em me acompanhar durante o dia. Me sinto como um balão de ar a voar pela rua, sem direção, pronto a estourar ou a ser brinquedo de alguém.

Mas tudo bem, não é? Se eu afogar minha ansiedade num pacote inteirinho de bolacha recheada, achando que funcionaria como anestesia, quando infelizmente só agravou a culpa. E odeio escolhas. Pois só assim minha fragilidade se ressalta. Escolhi ficar no emprego antigo. Odeio trabalhar a noite, e no shopping teria de sair às 22:00 horas.

Minhas dietas se embaralham no cesto da minha mente, como se fosse um balaio de gato, me perco ainda mais. Não engordei, mas também não emagreci, fico assim, estacionada de várias maneiras e nos mais diversos aspectos, esperando passar novamente pela estação aonde me esqueci.


20 comentários:

  1. Como eu gosto daqui...gosto da maneira que escreve a realidade sua que se mistura com a de muitas...como o 1º parágrafo do post, sobre a tristeza...

    "Me sinto como um balão de ar a voar pela rua, sem direção, pronto a estourar ou a ser brinquedo de alguém.

    Mas tudo bem, não é? Se eu afogar minha ansiedade num pacote inteirinho de bolacha recheada, achando que funcionaria como anestesia"

    Ando sem grana esta semana pra almoçar e deveria ficar feliz com isso. Devia tb ter trazido algo de casa, mas não resolvi sentir pena de mim de não controlar minhas contas e chegar nesta vergonha. Sendo assim, saí na hora do meu almoço para distrair a mente (o estômago?) e nem sabia pra onde ir. Por isso me identifiquei com a frase do balão pelas ruas.
    E nesta semana ainda, sem grana como hoje, só tinha 1,50 e lá fui eu atrás de algo pra comer, comi na minha anisedade, uma pcte de trakinas.
    Agora, só faltam jogar terra em cima de mim.

    Bjus

    ResponderExcluir
  2. amei amei amei *_* http://garota-identidade.blogspot.com/ ja to te seguindo (:

    ResponderExcluir
  3. É essa coisa de tentar esconder os sentimentos é dificil, e talvez nosso maior desafio... Andamos as vezes aos sorrisos, tentando esconder dos outros os sentimentos que nos acompanham a vida toda...

    Eeh e pacote de trakinas não acaba com a ansiedade, acaba tendo mais culpa, cuidado, ein ?

    Eu adoro-te

    ResponderExcluir
  4. Parada numa sensação ensandecida por algo. Depois tudo volta ao normal.

    ResponderExcluir
  5. Oi querida :)
    Tem força!
    O problema é que nós sabemos que a comida só nos vai trazer mais sentimento de culpa e ódio pelo nosso corpo...mas é também ela que preenche muitas vezes o vazio que sentimos causado pela solidão que nos acompanha sempre :(
    Tenta distraír-te quando tiveres vontade de comer essas bolachas :)
    Beijinhoo
    Força :)
    Filipa*

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Odeio escolhas tbm, normalmemte só erro=\
    Enfim no emprego que vc está não é um problema ficar caso seja algo que vc goste de fazer.Agora se vc sonha em fazer outra coisa, corra atrás e não desista. É dificil mas nada é impossivel.
    Não desconte as frustações em comida. É um ciclo vicioso que nunca acaba.
    Bjs e mantenha a força ;*

    ResponderExcluir
  8. to passando por um momento semelhante, viu...
    força, querida.
    Adoro teus escritos.
    beijo.

    ResponderExcluir
  9. Muita força...bgda pela visita la no blog..bjos

    ResponderExcluir
  10. Olá, bonita fada sem asas.
    Espero, sinceramente que fique bem.
    Faça o que deve ser feito e lembre-se que as escolhas devem ser feitas pelo coração, somente.
    Obrigada pelas visitas no blog. Tu és importante!
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  11. Gosto da pureza que tem em suas palavras.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  12. oi querida,força viu?
    vc vai emagrecer ok?tenha fé querida!
    bjooos

    ResponderExcluir
  13. adoro a forma que vc escreve, sempre me identifico, acho que todo mundo sente o mesmo, mas nao consegue falar.. bjss ♥

    ResponderExcluir
  14. "esperando passar novamente pela estação aonde me esqueci."

    É linda a forma que vc se expressa, pena que de uns tempos pra cá vc tenha expressado tristeza por cima de tristeza. Não que seja ruim de ler, é que eu queria que vc estivesse se sentindo melhor.

    ResponderExcluir
  15. Estacionada.?
    Somos duas =S

    Te desejo um ótimo fim de semana princesa =)



    Kisses, Roxy. ♥

    ResponderExcluir
  16. ela sonha de manhã olhando a janela.
    não quer mais brincar de bonecas.
    só quer saber como é lá fora.
    não quer mais esses sentimentos que ela não conhece.sentimento que você estranha.
    você só quer correr pra fora das das portas de seu coração.mal sabe você que esse sentimento sou eu!

    ResponderExcluir
  17. Ooii
    Obrigada pelo apoio ^_^
    To aqui pro que precisar viu pode conta cmg sempre.

    BjinhoO

    ResponderExcluir
  18. Ah, linda, que ótimo que quer inbiciar a ABC comigo.!
    *____*

    Então, iniciaremos amanhã =)
    Se vc quiser participar, será muito bem-vinda.!

    Te adoro <3
    Tenha uma ótima noite.



    Kisses, Roxy. ♥

    ResponderExcluir
  19. Força amiga =P
    estou aqui sempre que precisares
    beijos

    ResponderExcluir