20 de outubro de 2010

A fama de Monstro



"Agora veja o meu estado
Olhando o futuro e prevendo o passado
Como alguém que não sabe o que quer
Mentindo pra todos enquanto puder

O tempo virou e me deu as costas
Outra pergunta com a mesma resposta
Os dias são sempre iguais
O mesmo filme em todos canais

Eu quero voar mas tenho medo de altura

O céu azul me dá tontura

Eu caio mas não chego ao chão Estou certo, mas perdi a razão..."

(Vivendo e aprendendo - Capital Inicial)

--------------------------------------------------

Sim, aquilo era uma aliança e, não, a simpátia dele não era uma amistosa investida em você. Então é nessa hora que, todas as outras decepções vêm lhe fazer companhia. Parece até que seu papel favorito seja o de vitima, apesar de sempre afirmar tantas vezes a "auto-suficiente", conhece e mente bem a verdade.

Depois, sem ter a quem culpar, terminou com uma baguete recheada inteira... Pensa que não vi?Você não sentiu o gosto daquela maionese que escorria, porque só desejava morrer um pouco. Afinal, nem a balança estava ajudando, mostrando sempre quilos a mais, quilos a menos.

Amassou seu coração, depois o jogando no cesto. Porém, mesmo lá no meio de tantas outras coisas jogadas, sentimentos inuteis - segundo você - ele pulsava quietinho, desejando que não percebesse a vontade que ele tem de continuar fazer-la viver. Antes, quando acordava pela manhã já gostava do sol entrando pela sua janela, querido invasor. Guardava as cartas, poemas nunca entregues com tanto carinho como se tivessem sido correspondidos.

Vai, pequena... Um dia sua estrela vai brilhar. Risque, apenas preocupe-se em riscar com graveto esta terra, antes que sua avó a chame para dentro. Desenhe um céu, com mil sóis para que nunca haja noite ou frio. Imite os passáros, tente cantarolar como eles, ergue bem os braços, talves consiga voar... Coloque terra dentro do potinho e estará pronto o bolo de chocolate com tanta cobertura que nem irá acreditar! Aquele não é um lençol e você sabe disso, enrolado ao corpo, se torna um lindo vestido de princesa, digno de um principe.

Quando crescer você não vai mais ter medo de monstro, pois será como um deles.


20 comentários:

  1. oi amigaaa
    mta força pra ti viu?
    bjooos
    te amo

    ResponderExcluir
  2. Ai credo que monstro nada Vih desencana. Ai mais vamu fala sério agente devia comer e não engordar, pq comer é uma das melhores coisas da vida, mas engordar é uma das piores então oq fazemos?? boca fechada com alguns deslizes, é impossível não ter as vezes.

    Ai poisé pão doce com creme em cima é esse mesmo que vive rondando meu pensamento de gorda, mas ontem não comi ele mas em compesassão comi brigadeiro, mas tudo bem o brigadeiro pelo menos não me deixa inchada.

    Beijos flor.

    ResponderExcluir
  3. Oiee linda!
    Saudadesss.
    Estava relendo os seus post's que não tinha lido.
    Vc é boa para sair de conversas como aquela da sua irmã e mãe?! Que boom! Eu tb me saio bem nessas horas! Masssssss... nunca perca a esperança de um dia depois do trabalho ter um abraço. (tudo beem vai ter hora q/ vai odiar ter desejado, mas faz parte da vida). Nada é perfeito!

    E... amiga.... não vamos nos entregar as compulsões devidos a problemas que as vezes não é nosso!
    Espero que eseteja melhor!

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  4. seus posts sempre me surpreendem no final.

    =*

    ResponderExcluir
  5. Todas temos um monstro, não me espanta que um dia venha a tona.

    ResponderExcluir
  6. Agradeço imensamente a visita e já atualizei novamente com cinco poemas, mas não deixe de visitar o Castelo, http://castelodopoeta.blogspot.com que é um canal nosso, pra arte.

    João Lenjob.

    Dentro de Mim
    João Lenjob

    Edito a tua vida
    Te invento querida
    Te afastas de mim
    Faço a manutenção
    Com toda questão
    E nem sinto dono de mim
    Sofro com tua dor
    E a tua lágrima sai antes em mim
    (De mim)
    E como feres meu peito
    Crava com jeito um punhal de sentimento
    Ou a falta dele
    Queria um pouco pra mim.

    ResponderExcluir
  7. Que encantador que foi chegar até aqui! Gostei muito do teu blog!

    Seguiiiiindo pra sempre*

    =*]

    ResponderExcluir
  8. Amora linda,

    qd der eu passo aqui com tempo! JURO!

    :***

    ResponderExcluir
  9. Oi linda!
    Vc escreve tão bem...
    Muita força... nao desiste!!

    BEIJOOOOOOOOOOO

    ResponderExcluir
  10. Olá, estava sumida, então tô passando no blog das minhas boborletinhas pra dizer que estou viva, não prometo não sumir mais vou tentar voltar.
    Como estou meio baixo astral não tenho muito a dizer, apenas que tua escrita é otima..

    ResponderExcluir
  11. Quer uma dica? faça um NF...pelo menos pra mim sempre me revigora bastante,flando nisso tou no meu 4 dia de NF :)

    Mais não tou aki p flar de mim só tou aki pra torcer que tudo melhore pra ti ok?

    www.ovaziodeumestomagocheio.blogspot.com

    entra la qlqr coisa.

    Beijos nos ossinhos e FORÇA.

    ResponderExcluir
  12. Vai, pequena... Um dia sua estrela vai brilhar... e não tem nada de mostro okey ?

    ResponderExcluir
  13. Vim comunicar que meu blog, http://lenjob.blogspot.com, está atualizado com cinco poemas novos e que o Castelo, http://castelodopoeta.blogspot.com, também com um video da D.J. Jamie Blonde. Aguardo suas visitas tão agradáveis.

    João Lenjob

    Dentro de Mim
    João Lenjob

    Edito a tua vida
    Te invento querida
    Te afastas de mim
    Faço a manutenção
    Com toda questão
    E nem sinto dono de mim
    Sofro com tua dor
    E a tua lágrima sai antes em mim
    (De mim)
    E como feres meu peito
    Crava com jeito um punhal de sentimento
    Ou a falta dele
    Queria um pouco pra mim.

    ResponderExcluir
  14. "O tempo virou e me deu as costas"

    A gente cai na tentação de pensar assim e vai sempre se afundando, demorando cada vez mais pra ter força e foco pra sair do lugar aonde estamos.
    O tempo não nos dá as costas, a gente é que limita a nossa visão.

    FOrça, amiga!

    Beijo grande!! :***

    ResponderExcluir