26 de novembro de 2010

Ontem



"Eu tenho minhas coisas empacotadas
Meu travesseiro favorito
Tenho meu saco de dormir
Pular pela janela
Todas as imagens e dor
Eu deixei pra traz
Toda a liberdade e fama
Eu tenho que achar
E eu imagino
Quanto tempo vai levar para eles perceberem que eu fui embora
E eu imagino
O quão longe isso vai me levar

Eu nunca vou ser sua garota perfeita
Eu tenho que fugir
Fugir

Eu acho que eu não tenho mais onde ir
Mas eu sei que eu não posso voltar pra casa
Essas palavras estão presas dentro da minha cabeça
Siga os arco-íris dentro da minha mente..."(Runuway - Pink)

---------------------------------------------------


Olhei a nossa foto. Eu estava em seu colo, com os cabelos - pequenos cachos rebeldes - bagunçados pelo vento. Que idade eu tinha? Quatro anos eu acho. Em suas costas, o portão de nossa casa hoje. Sorriamos. Eu ria da cocéga que sentia por causa da sua barba. Minha mãe eternizou o momento com a camera. Sem saber que um dia eu nem te sorriria mais, nos cruzariamos pelo corredor, como estranhos em uma calçada qualquer.


As coisas pioraram quando sua atual mulher resolveu implicar com a minha mãe no dia do aniversário dela, na ultima segunda - feira. O clima na pizzaria depois, só minha irmã eu e ela, era tenso, tentavamos nos distrair, porém era impossivel. Havia momentos em que alternavamos entre silencio e murmurios. Eu abria a boca, fechava, abria e voltava a fechar, sem conseguir o que dizer. Pequenas pedras pareciam se formar na minha garganta toda vez que eu respirava.


Não me olhe muito, pai. Talvez meus olhos possam revelar o que a tanto tempo quero te dizer, mas fica engasgado bem aqui dentro, como mãos de ferro me sufocando. Ontem, você veio e acendeu a luz do quarto. Ontem, chorei depois de tanto tempo. Ontem, desejei que fossemos como antigamente: amigos. Fiquei revivendo a cena dos seus olhos brilhando: a filha dele estava fazendo faculdade. De como ficou orgulhoso. De como queria espalhar para todo mundo.
Todo também me perguntava: "com quem você moraria se seus pais se separassem?" Nem pensava duas vezes, mordendo a ponta do lápis de cor, lá com meus oito anos: "Com meu pai!" Nas poucas vezes que saimos, eu montava na sua moto, a mesma que você usava para trair minha mãe, e íamos a muitos lugares. Tomavamos tubaína de saquinho. Compravamos filmes juntos.
Nunca ousou me bater. Nunca disse que me ama, pelo contrário, uma vez disse que sou um acidente, algo que nunca planejou, intrusa na sua vida, assim de repente. Hoje nossos diálogos são monologos, se não puderem ser evitados, claro. Os dias mudam no calendário da cozinha. Os dias logo tratarão de nos separar fisicamente.





26 comentários:

  1. Apesar de triste, o texto é lindo.

    Quanta sensibilidade, viu.

    abraços
    de luz e paz

    ResponderExcluir
  2. ''Os dias mudam no calendário da cozinha. Os dias logo tratarão de nos separar fisicamente. ''

    É triste dizer que ao te ler me identifico.
    Uma relação não deveria ser assim mesmo =\
    Triste realidade.
    Seja forte...
    Bjo =*

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto.
    Me identifiquei..
    Minha relação é assim com minha mãe!
    Mais não por traição..
    Só por falta de intimidade mesmo!
    Beijos, continua com os textos!

    ResponderExcluir
  4. Continuo com o mesmo blog amore =)
    Só que ando sem inspiração para escrever então deixei ele meio parado.
    Caso eu decida abandonar, excluir ou migrar avisarei a todos que me acompanham.
    Não se preocupe não viu ;)
    Bjão =*

    ResponderExcluir
  5. oh linda isso é tão triste, mas minha relação com os meus pais não são as das melhores, as vezes é um inferno...

    peço a Deus por você, pra te guia e te livra de algo que posso te deixar mal
    bjos

    ResponderExcluir
  6. Que triste querida, tenho um sentimento semelhante com minha irmã.
    Estavas sumidinha hein? Estou bem e tu?

    ResponderExcluir
  7. * Chorei.

    Tenho uma relação tão linda com meu pai, ele é essencial na minha vida, é o guardião das minhas melhores memórias, e eu queria que fosse desse mesmo jeito na vida de todo mundo, flor.

    =(

    Um beijo grande, um abraço apertado pra ti.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  8. nossa texto emocionante
    meu blog é:http://dan-meuoutrolado.blogspot.com/
    beijos boa sorte

    ResponderExcluir
  9. É estranho quando nossa casa se torna um lugar desagradável de se estar, normalmente ela deveria ser um refugio dos mais confortáveis.
    Sem comunicação não podemos ter nada a não ser a idéia da reação do outro, essa idéia é limitada do quanto conseguimos ver, e nós só vemos aquilo que queremos ver.
    Espero que consiga se sentir em casa...

    ResponderExcluir
  10. Adorei seu post! Me identifiquei bastante.

    Adoro ler suas histórias! Sempre marcantes...

    Bjinhos no coração

    Nina

    ResponderExcluir
  11. ''.. com quem você moraria se seus pais se separassem?" Nem pensava duas vezes, mordendo a ponta do lápis de cor, lá com meus oito anos: "Com meu pai!" Nas poucas vezes que saimos, eu montava na sua moto, a mesma que você usava para trair minha mãe ..''
    eu ja passei por isso , se voce escreve só por escrever: parabens adorei seu texto
    se voce escreve porque sente e passa isso: parabens tbm voce é linda por dentro e por fora , sabe como éh..
    beijos e força

    ResponderExcluir
  12. nossa amiga , de verdade , chorei lendo seu text meu , vivih , é incrivel como voce se identifica comigo , meus pais se tartam como 2 estranhso vivendo sob o mesmo teto , e deixam claro que não se amam , e isso é horrivel , tenho CERTEZA que meu pai trai minha mãe , e isso me deixa pessima , minah mãe , é tão louca por ele , e ele a despreza tanto , isso me deixa pessima .
    eu sumi por causa da prova da etec flor , um post antes daquele ,eu expliquei , obrigada pela preocupaçaõ , saudade de voce , preciso falar com voce flor
    força e obrigada por tudo

    ResponderExcluir
  13. É triste seu texto, mas vc se expressa escrevendo coisas muito lindas flor.
    Forças pra ti! Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Triste texto! Minha relação com meu pai não é das melhores, mas não chega a ser assim! Apenas não temos muita intimidade.
    Espero que de alguma forma você consiga amenizar esse sofrimento. Minha mãe sempre dizia: "Deus só dá o fardo pra quem pode carregar". Você parece ser forte, continue assim! As coisas irão melhorar, pensa positivo! Se não for agora, quando você tiver separada fisicamente dele. Há pessoas, por maior o laço sanguíneo que seja, que nos fazem um bem maior quando estão afastadas. Infelizmente isso existe.
    Beijos e força! =*

    ResponderExcluir
  15. ain linda, essa coisa de pai me deixa mal, pq eu sinto falta de um pai de verdade xS
    Melhoras ae

    ResponderExcluir
  16. Seu texto como sempre lindos...mas também sempre triste!

    Fico muito triste com sua tristeza, mas feliz que pelo menos vc tem uma forma de coloca-los para fora!

    Sim o tempo passa...tudo muda! As pessoas vão... mas temos que continuar nossa vida!

    ResponderExcluir
  17. O perfeito tem defeitos.
    não é natural,,
    nao diz nada,,
    nao é imprevisivel

    ou seja o perfeito é relativo, nao esta em nada.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  18. Sensibilidade' a flor da pele , vc escreve hiper bem , adorei =D

    Otimo inicio de semana pra ti ' Carpe diem ^^ beijos ...

    ResponderExcluir
  19. é tudo turvo em sua frente
    sem saber onde põe o pé ela caminha
    seus medos lhe dão força
    ela chora sem saber para onde vai
    então que sentimento é esse que faz ela caminhar?



    no sabado vi outro filme ki me lembrou de vc
    bjs t +

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Venho acompanhando seu blog à bastante tempo e seus textos são absurdamente lindos! Suas palavras, apesar de tristes me cativaram e pude me identificar com grande parte delas.
    És muito especial e talentosa.
    Conte com um novo apoio! virei a comentar seus textos daqui em diante, sair do anonimato. Quem sabe um dia eu não crie coragem para falar um pouco de mim no meu blog...
    Bjs, boa sorte, você merece. :)

    ResponderExcluir
  21. Dizer que me identifico com quase 99% de tudo que vc escreve,pela milésima vez,talvez seja demais..
    "Seria irônico se não fosse triste..."
    Força minha querida'
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  22. um dia. Isso é verdade. Os caminhos ficam opostos.

    ResponderExcluir
  23. muito profundo,poético!
    e lembre-se: as coisas ruins não sao para sempre.

    ResponderExcluir
  24. Adorei o teu texto querida..
    Acho que hoje em dia não podemos confiar em ninguém, estamos sozinhos..
    É infeliz mas é a verdade :\ a vida mostra-nos isso..
    beijos e força

    ResponderExcluir
  25. Oiee!! Tbm ñ me dou bm com meu pai.... Familia é fo**...

    Bjinhuss!!ForçaSempree!!!

    ResponderExcluir