10 de novembro de 2010

Querido John: Mais uma carta...



"Estou igual vivendo o irreal
Perguntei do final pras flores
As flores são parte do total
Já se tornou banal
Me sentir mal, me sinto mal!

As cores lá fora me disseram pra continuar
Elas me disseram pra continuar (Eu já superei)

Tão igual, vivendo o irreal..."

(Cine - As cores)
------------------------------------------

Não olhe agora, mas sobre os degraus não ficou meu sapatinho de cristal, você poderá ver também algo que parece pulsar ali em meio o lodo e, isto querido, são pedaços do que restou do meu coração. Minha maquiagem está borrada. Abaixo dos meus olhos opacos, tem um vestigio negro de uma lágrima. Não me importo mais se você vai gostar dessa ou daquela cor de batom. Não garanto que, quando você chegar na minha vida, ainda exista um coração que possa amar, querido, não garanto...
Comecei num novo serviço hoje. Odeio os primeiros dias, não tem como não ficar perdida, sem saber o que fazer, horrivel... Então queria te contar sobre meus medos, pequenas coisas, sei que você iria rir, mas tudo bem se me abraçasse depois dizendo para eu ficar tranquila, afinal tudo daria certo. Poderiamos andar de mãos dadas em silêncio e contar estrelas no céu. De repente, em comemoração a esta conquista minha, agora não mais auxiliar de escritório e sim administrativo, tocaria no seu violão aquela música do Renato Russo, com direito a replay.
hey, promete dançar comigo, mesmo que não haja música nenhuma? Promete um dia existir? Desculpa, já estou cansada de esperar, entretanto não consigo deixar de acreditar em você, em algum lugar, testando o sapatinho em uma, em outra, apenas curtindo, saindo com os amigos, vivendo.

10 comentários:

  1. Oi. Tem presentinho pra vc lá no Blog.

    Teu Blog é Digno de Ser Lido

    http://michele-dos-santos.blogspot.com/2010/11/re-muito-obrigada.html

    ResponderExcluir
  2. Que bom que iniciou um novo trabalho, sim é natural se sentir perdida inicialmente, mas depois as coisas se ajeitam ou nos acostumamos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Seu post me atraiu só pelo título. Como pode ver no último post do meu blog, ainda estou mechida com essa história.
    Acho que sinto um pouco do que você sente quando escreve suas cartas, a vontade simplesmente de ter aquela pessoa lá, lendo, preocupada com o que está sentindo e desejando estar perto, ouvido tudo pessoalmente.
    Sei lá, são só pensamentos...

    ResponderExcluir
  4. o que é do dia sem o sol?
    escuridão é o que ela vé...
    em suas noite não tem lua nem estrelas.
    seus sonhos é akilo que ela vive.


    o filme é mary e max
    é meio chatinho + tem uma msgm legal
    bjs

    ResponderExcluir
  5. porque se deixa de acreditar ele deixa de existir. Acredite.

    ResponderExcluir
  6. olha menina
    vc superou hein
    por isso n devemos subestimar a capacidade das pessoas
    pois algumas tem capacidades sobrenaturais
    como vc p exemplo
    parabéns

    vc devia me mandar um livro teu p eu gozar na cama
    pois p mim a sabedoria dá muito maistesão que um corpo de princesa e tal
    vc éfera na arena gata
    Deus te abençoe

    ResponderExcluir
  7. amiga não fique triste viu?
    e espero q se adapte logo em seu serviço viu?
    força linda
    bjoo

    ResponderExcluir
  8. primeiros dias no trabalho realmente são horriveis... a gente fica tão perdida!!!! Vc escreve maravilhosamente bem... Espero que fique bem. beijos

    ResponderExcluir
  9. que texto lindo *-*
    (eu vique que copiar ele pra ler porque tem um 'papelzinho' da barra lateral que fica bem em cima .-. )

    E eu desejo boa sorte no novo emprego de auxiliar administrativo.
    Se cuida e obrigado pela força que voc~e sempre me dá.

    =*

    ResponderExcluir
  10. Perfeito!
    Se superando a cada dia, você vai conseguir isso e muito mais. Forças!

    ResponderExcluir