6 de novembro de 2010

Trinta dias.

Tanto tempo você esteve correndo em círculos
Em volta do que está em jogo
Mas agora o tempo vem até seus pés para ficar parado em um único lugar
Você quer procurar
Você quer desistir
Sua cabeça está presa em volta no que envolta é a próxima esquina
Você deseja poder encontrar algo seguro
Por que está tremendo de frio...

(Something inside - Jonanthan Rhys Meyers)
------------------------------------------------------

Hoje, mais uma flor lanço sobre ti, coração. Pelas pessoas que tem morrido dentro de mim. Por aquelas que nem dou a oportunidade de me conhecer, pois me fechei tão bem no meu mundo que, não... Não há chance desse muro desabar.
Principalmente os homens, começando pelo meu pai. Este nem percebe que nem o considero mais, se o vejo, fico forjando aquele sorrisinho conveniente, as vezes me dá um medo de perde-lo, de nunca poder realmente... sei lá.
Ele me ligou, fiquei ali olhando o aparelho vibrar silenciosamente, sem a minima vontade de atender. É melhor assim. Eu deveria vir com um aviso em "neon": cuidado perigo! Onze horas da noite. O que ele queria? Não tentou novamente, talves eu nunca saiba... Apenas trinta dias, para poder olhar nos seus olhos, descobrir que cor realmente são, pedi demais? As outras pessoas riem quando falo disto, do tal acordo. Quer saber? Sim, eu quero todos os dias uma carta, todos os dias uma flor roubada do canteiro de alguém, todos os dias descobrir você de novo e olhá-lo como se fosse a primeira vez.
Ontem, três comprimidos diuréticos devido as compulsões no shopping com um amigo. O estomago dói, novidade? Não, já ouvi falar que também nos adaptamos a dor, porém parece que ela a cada dia se modifica, se transforma, fica mais forte a todo e qualquer tipo de incentivo.

13 comentários:

  1. oi linda...não fica tomando essas coisas ..faz mau pra vc.. e gosto de vc bem .. bjus

    ResponderExcluir
  2. oláa florzinha..
    qual é o diurético que tomas?
    Gosto da letra da musica e da música :)
    Eu tb ando revoltada com o meu pai, mas tenho medo de perde-lo :\
    beijinhos e boa sorte

    ResponderExcluir
  3. Oi linda! Também tenho tido problemas com dores no estômago, por causa dos remédios que ando tomando. Na segunda, antes do feriado, cheguei em casa quase nem conseguindo ficar com o corpo reto, de tanta dor que sentia. Também tive uma crise de culpa por causa de uma compulsão e tomei de tudo um pouco: laxantes, diuréticos, inibidores de apetite, digestivos, remédio para ansiedade e quitosana. Eu estava desesperada e só queria tirar aquela comida toda de dentro de mim, a qualquer custo. Mas fiquei realmente assustada com a dor que senti, foi horrível!
    Já estou melhor e dei um tempo nos remédios, pois ainda estou com medo.

    Força para você, amiga!!!!!! Muitos beijos

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi dizer que não somos capazes de sentir duas dores ao mesmo tempo, às vezes aparecem coisas em nossas vidas que temos medos de enfrentá-las, porque elas machucam antes mesmos de nos darmos conta do que elas são, então provocamos uma outra dor, uma dor que acreditamos ser mais suportável que a outra. Acontece que a primeira dor não vai embora e a primeira vai tomando cada vez mais conta, uma hora não vai ter mais espaço... Cuidado para não se fechar para você também.

    ResponderExcluir
  5. Oi flor, sei exatamente como se sente...
    Família é bom, mas as vezes f*de a sua vida, nunca sabemos como agir em determinas situações...enfim, acredite sempre que o melhor está vindo.
    Vi que tomou 3 diuréticos, eu tomo o furosemida mas tomo apenas 1 pq abaixa minha pressão, da tonteira, etc. Qual vc está tomando? Cuidado pra não exagerar! Força minha linda! Precisamos de vc, não some!

    ResponderExcluir
  6. nossa... familia é tudo de bom... mas as vezes... sei que vc entendi. Melhoras no estômago. beijos

    ResponderExcluir
  7. Oie linda, olha, toma cuidado com os remédios, vai acabar com uma gastrite, se está sentindo dor já é um mau sinal.
    Se cuida, beijos

    ResponderExcluir
  8. oi querida, quando começamos a construir muros ao nosso redor?
    ninguém nunca vai nós entender para o resto do mundo somos meninas loucas, no final das contas o que pedimos e só um pouco de carinho e atenção, minha flor que vc seja forte para poder suportar e superar tudo isso, PAI uma palavra que nunca significou nada para mim, muita força querida precisando sabes a onde me encontrar te adoro,mil bjs!

    ResponderExcluir
  9. Gosto de acordos, combinações, códigos secretos, coisas que se fazem íntimas. Acho bonito. ;)

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Parece que as dores da alma acabam de manifestando no corpo, talvez por isso voce sinta essas dores se transformarem tanto assim. Tem que cuidar da cabeça, da alma, do coração, só ai não sentirá mais tantas dores diferentes. Missão difícil, nao é? Eu sei bem.
    Mas continue colocando pra fora todas elas, fada sem asas. Com certeza é uma boa maneira de você se sentir melhor. Estamos aqui para entender e ajudar vc.
    O melhor há de vir, permita!

    beijao
    boa semana pra você ^^

    ResponderExcluir
  12. Amiga, as vezes as dores físicas se tornam mais fáceis de se suportar...só sabe quem realmente sente!
    Estou com vc sempre!!!

    Beijos Bia

    ResponderExcluir