7 de dezembro de 2010

Saída de emergência



"Memórias consomem
Como se abrissem a ferida
Eu estou me criticando de novo
Vocês supõem
Que estou seguro aqui em meu quarto
A menos que eu tente começar de novo

Eu não quero ser o único
Que sempre escolhe as batalhas
Porque por dentro percebo
Que eu sou o único confuso

Eu não sei como fiquei desse jeito
Eu sei que isso não está certo
Então eu estou
Quebrando o hábito"


(Linkin park - Breaking the Habit)
-----------------------------------
Em algum momento em meio a guerra, você pode encontrar um lugar... Um lugar aonde os sons não te atingem como palavras cortantes, aonde as armas não disparam e, lá seu coração achará uma pousada para bater, no ritmo que ele quer, não como o obrigam sempre. O céu é cinza, talvez até parecido com a noite. Você deixa de ser alvo, alvo dos outros, os dedos apontados cessam e tudo fica calmo.
Sentimentos pairam como as cinzas no ar, sem saberem quem os abandonou ali. Ninguém enfrenta ninguém, apenas a si mesmo, todos os dias, se matando, se mutilando. Concentrados apenas em sua própria dor, se adaptando a ela... Ali palavras são ensaiadas, mas jamais ditas. Abraços imaginados, porém jamais executados realmente.
Feche os olhos, respire fundo, este momento é seu: de repor as forças... Como soldado ferido, com a incerteza de retornar ao lar, com a incerteza de um dia se reencontrar, de saber aonde está aquele que deixou para trás. É... a guerra continua todos os dias ao amanhecer.

17 comentários:

  1. trancada dentro de si mesma ela caminha
    é tudo tão bonito e tão perfeito
    caminhando nas ruas ela sorri
    seus pés saem do chão é ela flutua
    passeia por sobre as nuvens de vapor
    é tudo um sonho é tudo perfeito

    ResponderExcluir
  2. queria poder falar taum bem como vc eo messias... bjus

    ResponderExcluir
  3. nossa...que texto viu. To passando por isso.

    Gostei demais da letra do Linkin park.

    abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá, minha primeira vinda a teu blog, gosto da forma como escreves.
    Sinto empatia em relação a vc.
    Força ai garota, muuuuita força
    Bjokonas
    ;****

    ResponderExcluir
  5. O lugar somos nós.

    =)

    Beijo, flor.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  6. a vida é uma guerra. Você tem razão. Temos que lutar para nos colocarmos no caminho certo.

    ResponderExcluir
  7. Oi Vihh! :)
    Muito obrigada pela tua presença no meu cantinho! És sempre muito bem-vinda.
    Gostei muito do post de hoje. Escreves sempre tão bem...
    Bwijinho grande***

    ResponderExcluir
  8. Cara, como vc escreve tão bem ?
    Melhoras ae ;)

    ResponderExcluir
  9. Querida Fada, você é tão forte por morrer por dentro todos os dias; use essa força, entre na arena e ganhe suas asas...

    ResponderExcluir
  10. oobrigada pela forçaa liindaa... souu mega fã dos seus posts.. grande parte me faz emocionarr ... bjoos lindaaa

    ResponderExcluir
  11. Ela pegou o lenço que havia caido bem devagar o amarrou ao redor do corte, as pessoas dançando no salão não passavam agoras de borrões atraves dos olhos cheios de agua, 'sorria, disse pra si msm, sorrir pode não melhorar! mas com certeza não vai piorar, ela ergueu os ombros respirou fundo 'que se dane, ela levantou o tule do vestido e correu para o meio do salão, ela so tinha essa noite então ia aproveitar..

    ResponderExcluir
  12. "É muitas vezes nos céus mais escuros que vemos as estrelas mais brilhantes"
    — Richard Evans

    Nunca sabemos se a guerra foi ganha ou perdida de fato, apesar da sensação de sempre ter perecido no fim do dia, mas se você acorda no dia seguinte, seja onde for, como for, devemos tentar adquirir algumas batalhas ganhas, né?! ^^

    ResponderExcluir
  13. adorei o texto! e a letra tb é d+

    ResponderExcluir
  14. Lindo lindo lindo e como sempre eu me vi em cada palavra. *-*
    se cuida, linda.

    ResponderExcluir