22 de maio de 2011

Deveríamos viver...




"Remexendo sua confiança
E perguntando porque o mundo o deixou para atrás
Esperando que seu destino fosse mais do que argumentos,
e tentativas fracassadas para voar, voar...

Talvez estejamos vivendo com nossos olhos meio abertos
Talvez estejamos tortos e quebrados, quebrados...

Nós deveríamos viver para muito mais
Nós nos perdemos?"
(Meant To Live - Switchfoot)




Sim, é isso que eu faço: Eu faço os outros rirem.


Coca-Cola e energético (daqueles sem alcool). Parecia proibido e, por isso prazeroso. Ria muito entre os colegas de serviço, como se ali não fosse eu, apenas uma garota tentando chamar atenção, igual uma criança mimada. Então percebi que não era só o vício da bebida, ela trazia uma idéia de grupo-de pertencer a uma grupo- isso é atraente.


Os problemas desaparecem, a vida é o "aqui e agora", você tem a sensação de não perder nada, aliás nada importa. Fica oscilando entre a sanidade e a falta de controle, seus impulsos e desejos ficam a flor da pele, sentindo tudo com uma intensidade desconhecida. É o poder, o poder ficar sem a consciência pesada, o poder justificar numa bebida as ações.


Não importa o quanto saiba que aquilo lhe fará mal, ou até te matará, as vezes você quer isso, as vezes não... Tudo isso para encontrar prazer, que dura até que os olhos não se fechem. É a arte de enganar a si mesmo, se aprimorando com o tempo, você pensa não se conhecer, mas te mentiram também sobre isso.

9 comentários:

  1. o que se torna pegajoso em sua garganta ela mastiga como se fosse a ultima coisa que comeria
    seu sabor a escraviza e depois de ser saciada vem aquilo que ela chama de arrependimento

    ResponderExcluir
  2. Agora parecia eu falando...
    Eu curto Switchfoot ;)
    As vezes é bom ser feliz só por um momento. Curta esse momento, aproveite isso. No minimo verá que riu de verdade... Pelo menos uma vez!

    ResponderExcluir
  3. hello faz tempo q nao leio seus post mais peco-te q aprendas a se amar miga te amoo aaa eu era aquela garota do my diary de sonhos(anamia),lembras? porem decidi abandonar a ana e a mia pois elas estavam me destruindo e entao aprendi a me amar e ser feliz miga Deus tem um amor mui grande por ti e creio q ele vai te tirar desse mundo de horror assim como fez comigo bjus ateee

    ResponderExcluir
  4. talvez estejamos mesmo todos tortos e quebrados.. :/

    ResponderExcluir
  5. São as perigosas delícias do torpor.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Estava com saudades de suas palavras, meus dias sem ter o que dizer me tirou ate gosto por ler. mais volto e aos poucos recupero o que perdir..

    Sempre fico em um suspiro interior a pois de te ler

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  7. Quando entro nesse blog me sinto sentada numa varanda com uma brisa gostosa e com um bom livro nas mãos ...

    por que precisamos de algo que faça mal para conseguirmos ficar bem ...

    bjos e muita força

    ResponderExcluir
  8. OI!Que blog lindo!
    Suas palavras sao doces ,suaves,e acabam por traduzir nossos sentimentos e atos,sutis qu passam despercebidos.
    Não sei o pq temos q nos sentir incluidos,em tudo,não consigo enterder.As vezes o proibido é sinonimo de prazeiroso.

    Parabens o blog é maravilhoso.
    Muito obrigada por postar um comentário no meu blog!

    Não sou boba de perder uma leitura tao prazeirosa,então estou seguindo-te!

    Beijos e força^^

    ResponderExcluir