25 de setembro de 2011

I lost my way

"Eu estou fora de minha cabeça 
(Eu estou) fora de minha mente 
Diga-me onde estou, 
(diga-me) o que esta acontecendo? 
Oh, por favor! 
 Algo esta me mantendo escondido 
é essa a parede do meu coração? 
 Eu tenho perdido tantas coisas que eu tenho 
Por muito tempo, tenho procurado por meu caminho
 Eu sigo em frente, sigo em frente... 
 Eu estou cuspindo nos corações asquerosos deles 
Então por isso tolero o mundo 
 Todos os dias eu não deixo as lágrimas caírem 
Não quero estar para baixo..."
(X  Japan - Alive)
----------------------------------------- 




Ouvi dizer que, para estancar um sangramento é preciso pressionar o local afetado. Então, isso explica toda esta pressão que você faz a si mesma?

Fugiu do hospital, sem ter tido alta, achando-se livre para continuar doente como bem entendia, escondendo as feridas abertas, mas isso não é pior?

Porquê não queria ser fria e insensível, e a dor a colocava bem aonde queria: no papel de vitima. Mas, agora quando ele tenta retirar os esparadrapos grudados por entre as cicatrizes, essas se abrem novamente e sangram.

Estranho. Não sente nada. Lágrimas não se formam mais nos cantos dos olhos. Nem tristeza.  Sentimentos ocos. Só deseja no fundo que, eles nunca, nunca desistam de você...

20 comentários:

  1. "Eles" os machucados?

    De certa forma sim, né? Até coisas assim fazem parte de nós, às vezes são partes bem importantes.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Faço minhas as palavras da Luna.
    São partes importantes, mas que não se deve dar tanto importância.

    :)

    http://amar-go.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Obrigada por passar pelo meu cantinho ^^
    Boa, tenho mesmo de experimentar com a panela de pressão. (:

    Percebo o que escreveu...

    beijinho

    ResponderExcluir
  4. Quanta dor, quanto sofrer... mas não há ferida que não sare mesmo sem cuidados!
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  5. A gente sempre acha que estamos sozinhos, principalmente quando estamos machucados... mas não estamos!
    Acredite que tem sempre pessoas, além das suas amigas do blog, que estão te guardando com os olhos! *-*

    Obrigada por seu apoio amor!
    Boa semana pra você também!!!

    ResponderExcluir
  6. Para mim é pior muito pior quando tá doendo e a gente não consegue chorar. Parece que as lágrimas secaram, mas ainda doí muito e você tenta e se esforça para esquecer, evita certas coisas, mas tudo passa;

    ResponderExcluir
  7. eu gostei da mensagem
    consegue captar bem o que sentimos!

    ResponderExcluir
  8. mt bom seu texto
    descupe pela passada rápida aki

    ResponderExcluir
  9. Para de doer mesmo. Uma hora tem q parar de doer. E quando para de doer, já é tarde demais, vc está viciada....

    ResponderExcluir
  10. Talvez ao tirar os curativos, tenha percebido que as cicatrizes já tinham se formado... e cicatriz não dói, só nos faz lembrar!!

    (ps) você não é a partícula invisível deste louco mundo web! Pessoas como você é que o fazem existir!!

    beijos

    Edson

    ResponderExcluir
  11. Oi Vihh! Fiquei um pouco confusa com o teu post...mas de qualquer maneira, entendo o sentido final. :)
    Beijinho minha querida :)

    ResponderExcluir
  12. As vezes é preciso deixar a dor "doer" por inteira. Esvaziar-se. Libertar-se.
    Linda traducao de musica!
    Ótima semana. Sorrisos e sol-risos!
    O beijo! :*

    ResponderExcluir
  13. oi linda olha nao entendi bem seu post desculpa
    heheheh

    muia força sempre bjao se cuida

    ResponderExcluir
  14. Cedo ou tarde a cicatriz se põe a fechar. Até mesmo nas dores podemos crescer!

    ResponderExcluir
  15. .... siempre seguir adelante a pesar de las dificultades.

    ResponderExcluir
  16. OI querida, mexer nas feridas às vezes pode ser dolorido, mas também pode ser essencial no processo de cura, depende de quem toca as feridas nÉ? Beijos!!!

    ResponderExcluir
  17. Olá. Tudo blz? Estive por aqui dando uma olhada. Muito legal. Gostei. Apareça por la. Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Seus textos são maravilhosos, de verdade é muito bom!

    ResponderExcluir