17 de novembro de 2011

Parabéns, mãe.


Você tinha uma casa... Só não se lembra, era muito pequena. Seu pai pintou durante toda a gravidez no seu quarto, ursinhos carinhosos por toda a parede. – Disse minha mãe.
 
É bem essa coisa de se ter um lugar mesmo, sabe? Minhas coisas permanecem encaixotadas, morrendo, num canto. Logo eu que, adorava organizar os livros na estante – do maior para o menor. Por os trecos inúteis ao lado da minha adorável máquina de escrever. Deixar ursos de pelúcia em cima da cama. Agora, estou sempre pronta para partir. Apesar dos abraços calorosos daqueles braços meio frágeis, me dizendo que sou sua neta favorita. Ou aquele leite quente que a minha avó insiste em me dar antes de dormir.

Ela não teve coragem de perguntar para nossa avó se, poderíamos comemorar seu aniversário lá, mãe. Ficou dizendo como nosso avô é implicante, dorme cedo e não iria querer o que mais desejo te proporcionar neste dia: sorrisos entre as fatias da torta surpresa que compramos, falatório entre os goles de refrigerante. Eu sinto muito, mãe, queria te levar para passear na feira, comprar aquele chocolate em formato de pé que, a senhora tanto gosta.

Minhas amigas perguntavam se ele já tinha ido à sua casa, mãe. Respondi que não, então elas falavam que eu tenho vergonha da senhora morar num comodato, de aí não ser asfaltado, de a água ser de poço, das crianças andarem descalças na terra vermelha e por causa disso nada parar limpo. Vergonha, como? De uma mulher que já fez diária pelo valor de R$ 5,00, já vendeu artesanato de porta em porta no sol quente, contanto que eu e a minha irmã tivesse o que comer.

20 comentários:

  1. A tua mãe é um orgulho de pessoa e vê-se bem que lhe reconheces o valor!
    Como poderias ter vergonha de uma mãe que se sacrifica para dar de comer aos filhos?
    Parabéns a ela. :)
    Beijinho*

    ResponderExcluir
  2. Sei exatamente como vc se sente,minha mae tb é e sempre foi batalhadora assim como a sua,é impossivel ter vergonha de alguem assim.
    bjoos e força

    ResponderExcluir
  3. Nunca, jamais... vergonha de uma lindeza dessas!!

    Abraços carinhosos.

    ResponderExcluir
  4. OMG! Sua mãe é uma pessoa muito... não tenho palavras para descrever... Você deve [ou deveria] sentir muito orgulho dela!! Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Invejinha de ter uma mãe como a tua!! Ela é muito, muito GENTE!
    Beijos, adoro teus textos!!

    ResponderExcluir
  6. A minha mae tb sempre foi batalhadora assim como a sua. Eu tenho maior orgulho disso e somente por ter uma mãe assim hoje eu consigo ser uma boa mãe para minha filha.
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  7. Essas mulheres vencedoras, elas só me dão mais orgulho e inspiração! *-*


    Tenha um ótimo fds, florzinha!
    Beijinho :*

    ResponderExcluir
  8. As mulheres de hj são um exemplo para o mundo!
    o amor perfeito que já recebi se uma mulher foi o da minha mãe
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Orgulho, felicidade, respeito! Coisas que só quem já passou por maus bocados sabe o que realmente significa! E fica a certeza de um amor eterno, de mãe e filha. Que obstáculo nenhum destruirá.

    Um beijo, flor. Continue assim, com todo esse reconhecimento e agradecimento - tão puros - no coração.

    ResponderExcluir
  10. "É bem essa coisa de se ter um lugar mesmo, sabe? Minhas coisas permanecem encaixotadas, morrendo, num canto. Logo eu que, adorava organizar os livros na estante – do maior para o menor. Por os trecos inúteis ao lado da minha adorável máquina de escrever. Deixar ursos de pelúcia em cima da cama. Agora, estou sempre pronta para partir."

    Eu ando me sentindo exatamente assim.
    Sobre o restante do texto, sei como é ter uma mãe batalhadora e senti um puta orgulho de vc pelo jeitinho como falou da sua mãezinha. :)


    beijo, amora! s2

    ResponderExcluir
  11. A dignidade de quem amamos tem que nos servir de orgulho sim, sempre.

    Preciso dizer que adorei?

    Pois é...mas adorei.

    Um beijo, flor.

    ResponderExcluir
  12. Poxa que tenso ...
    Também não moro com minha mãe,e raramente vou lá,ela que vem toda semana nos visitar.
    Ela tbm lutou muito por nós,vendeu doce na rua,e Hermes e Avon...
    Mas as vezes é dificil mesmo. Um dia vc pode fazer um bolo sem motivo especial e festejar com ela,não é mesmo??
    Tudo de bom pra vc V '
    BeeijO''

    ResponderExcluir
  13. Tem uma coisa que queria te dizer a muito tempo:
    O que você escreve me fascina,não sei explicar,sei que você usa fragmentos do que acontece na sua vida pra escrever aqui,sei lá parece que você tem muito talento pra escrever....
    bem espero sinceramente que as coisas na sua vida melhorem,que você seja feliz..Força

    Bjo

    ResponderExcluir
  14. No fim das contas nós sabemos o quão importante são as nossas mães e o quanto é incondicional o seu amor por nós... Mas, infelizmente, só conseguiremos amar assim quando formos mãe também!
    Muito lindo esse texto... E, na verdade, me encheu os olhos de emoções ^^.

    beijos, flor.

    ResponderExcluir
  15. É admirador como as mães se dedicam pelos filhos. Elas são importantes sim. Depositam amor incondicional... independente de tudo.

    Se precisamos conhecer o amor, que observemos elas... as mães.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. No final é isso que fica... isso que conta.

    ResponderExcluir
  17. eu nao entendo como você escreve tão bem e nao consegue entrar na faculdade pelo enem, torço por vocÊ passo todo dia por aqui...

    ResponderExcluir