22 de dezembro de 2011

Destino (Es)tra(lha)çado


Eu me sinto às vezes tão frágil, queria me debruçar em alguém, em alguma coisa. Alguma segurança. Invento estorinhas para mim mesmo, o tempo todo, me conformo, me dou força. Algumas paranóias, mas nada de grave. O que incomoda é esta fragilidade, essa aceitação, esse contentar-se com quase nada. Estou todo sensível, as coisas me comovem…
Caio Fernando Abreu 









Nada? Nenhum sentimento. Nem fracasso. Nem tristeza. Mas, acredito que eu esteja na fronteira com a crise, um passo a frente e... Recuo. Se pensar demais nisso, sinto uma dor na boca do estomago, arrepios e pontadas no meio do peito. Eu já cansei de chorar por esse motivo, meus olhos sabem muito bem disso. Ontem, devido a minha senha eu não consegui visualizar o resultado do Enem, foi bom que isso tenha acontecido, pois passei muita raiva depois.

Decidi retirar minhas coisas da casa do meu pai. Negociei o frete com meu padrasto e combinamos de nos encontrar lá após expediente. Aconteceu que, eu não cheguei a tempo, e eles resolveram se adiantar juntamente com a minha irmã deixando um monte de pertences meus para trás.  A intenção foi boa, porém eu fiquei nervosa, já estava ansiosa o dia todo, sem fome e roendo todas as unhas. Fui grossa com a minha irmã, com minha mãe e meu padrasto. Depois a tristeza pousou no meu ombro, minha voz ficou tremula e vacilante. Chorei no ônibus, uma amiga antiga viu e eu respondi sorrindo, que estava tudo bem. Até um pedido de passe no guichê do terminal surtiu como um desabafo, quase desmoronei na frente do funcionário.

Cuidado, frágil! Eu posso quebrar e ferir qualquer um com meus cacos, com o que sobrou de mim. Desejo solidão, mas hoje tem uma festa para ir, aliás, é o que mais vai ter nos próximos dias. Ainda bem que sei sorrir. Não vou ficar bancando a vitima, esse papel é chato demais. Novamente não poderei disputar o curso que eu quero, talvez eu não tenha me esforçado o suficiente. Só peço que não sintam pena de mim, vou superar e rir disso no futuro.  Esse assunto morre hoje aqui no blog.

14 comentários:

  1. Amiga, vc escreveu, parecendo que era pra mim, Me descreveu, é tdo isso que sinto...
    Mas relaxa, Levante a cabeça e siga em frente♥

    ResponderExcluir
  2. adorei sei testo mostra exatamente como fico no fim do ano essa época é pessima pra mim,se cuida

    ResponderExcluir
  3. Daqui ele não sai, pode ter certeza. E não desista nunca de tentar ser feliz, mesmo que não vá dar certo, você tem que tentar, tem que ter fé!

    Eu lia o seu blog muito antes de reunir coragem para começar a comentar, e eu acredito em você. Nunca consegui acreditar em mim, mas acredito em você.

    ResponderExcluir
  4. Toda morte antecede um novo renascimento.
    Renovar é assim.

    Que tudo passe e as flores voltem a perfumar teu coração com luz e conforto.

    Beijo carinhoso!

    Bom fim de ano pra ti!

    ResponderExcluir
  5. Espero que as coisas fiquem melhor pra você, as vezes se retirar de cena é uma coisa boa.

    Ah, eu não poderia deixar de comentar que sempre que escreves, tenho a impressão que és uma pessoa tão forte. E sabe colocar tão bem as palavras :)

    Desejo que tenha tido um Feliz Natal!
    Küss

    ResponderExcluir
  6. Você é forte, sei que vai superar! ♥
    PS.: Continuo amando sua escrita (séculos depois...)

    ResponderExcluir
  7. Coloque um sorriso no rosto e finja que é verdadeiro, até ele ser.

    ResponderExcluir
  8. ei!ei!ei!
    Mocinha!
    Dias melhores virão!ACREDITE!!!!!
    deixo beijos com muito carinho e que 2012 venha cheio de luz para você!

    beijos!

    Bia

    ResponderExcluir
  9. Cuidado, frágil!
    Eis a qualidade das pessoas mais lindas do mundo!
    E como a mocinha acima disse... dias melhores virão!

    cheirinho fada

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Isso mesmo, florzinha!

    Gosto de ver essa tua força! :)


    E pra você, desejo um FELIZ 2012. O mais feliz possível!
    Beijinho :*

    [antes eu tinha escrito 2011, acho que tenho vivido de passado, rs :P]

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Seus textos são incriveis , expressam muito bem os seus sentimentos, você poderia ser uma escritora ;)

    bom sou nova por aqui e adorei seu blog.
    - Abraços

    ResponderExcluir