1 de dezembro de 2011

Querido Deus,

“Um conselho bem baixinho, porque coração não gosta de grito:
- Agradeça. Sempre que puder, agradeça. Assim também se faz uma oração.”

(Pedro Antônio de Oliveira)

 Querido Deus,

Faz tanto tempo que, não temos uma conversa de Pai pra filha. Na verdade, nossos diálogos se resumem em algumas palavras mastigadas, antes de eu dormir. 

As pessoas desistiram de falar do Senhor para mim, elas deixaram de me repreender por ir menos na igreja, por voltar a ser como antes. Elas me tacharam de cética. Tudo bem, é bonitinho o movimento entre os membros de uma congregação, mas conforme o ditado: bonitinho é feio arrumado. Lá se fala tanto de livre arbítrio, mas te acorrentam à culpa e te afundam em normas e estatutos que, cá entre nós, Deus, não é disso que o mundo tem precisado. 

Se o Senhor quisesse pessoas que te amassem sem questionamentos, sem duvidas, certamente nos teria feito robôs- seria mais fácil e menos cansativo para o Senhor. Não existiriam tantos negociando casamentos, empregos e bens materiais contigo, Deus. Imagino o quanto deve ser ruim, ter alguém se aproximando da gente pelo o que temos e não pelo que somos.

Foi preciso sair do fanatismo para Te conhecer de verdade. Descobrir que o Seu amor é muito mais que dizer "Eu te amo" para a pessoa do lado, dentro da igreja. Nossa, bem mais! Seu amor é constrangedor, daqueles que nos tiram da zona de conforto. Cada vez mais presente em pessoas não religiosas, só reparar bem.
  

17 comentários:

  1. Lindo texto e seu blog é encantador..
    grande beijo, minha querida.

    ResponderExcluir
  2. adorei o texto
    pra falar verdade faz tempo que tbm não converso com Deus,faz tempo que não vou a uma igreja faz tempo que me deixo perdida no meio dos outros,beijo

    ResponderExcluir
  3. Sabe srt vih, eu me identifico muito com vc.. mas não eu atual eu no passado, sua vida parece um pouco com a minha um pouco só, mas ainda sim parece, mas eu não tive irmãos então tinha que aturar tudo sozinha, minha mãe deu uma surtada sabe, decidiu que queria ser adolescente de novo e recuperar o tempo perdido, e eu nunca fui que nem vc, nunca pensei em ninguem alem de mim, pensava no que seria de mim, p onde eu iria, como me sustentaria, nao tinha ninguem, quando eu engravidei minha mae me expulsou de casa, soh me deixou ficar pq as pessoas de fora a condenaram por expulsar a filha de casa pela terceira vez, e olha que eu nunca fiz nada grave.... meu pai coitado melhor nem falar dele, hoje a situação enverteu sabe, hoje eu que penso como vou cuidar deles daq a um tempo....

    mas eh isso flor.. pensa assim as coisas mudam e tudo pode acontecer..

    ( eu ainda vou contar minha historia, mas só p vc saber eu entrei na faculdade no 7º mes de gravidez, consegui a bolsa do prouni, nunca desista dos seus sonhos)

    eu adoro seu blog, sigo ele a meses, ja chorei muito com muita coisa que ja vi, bjxx

    ResponderExcluir
  4. Na minha cultura, esse sentimento que você descreveu se chama "Prema". =)
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Ah, querida, gostei tanto do seu texto, quase que exatamente a forma que penso em Deus também, e, infelizmente, também não tenho conversado muito com Ele. Também não me falam muito Dele, por qual motivo não sei, por isso me deixou bem feliz ver alguém falar dele aqui, na blogosfera :)
    Mesmo eu estando bem perdida ultimamente, vou orar pra que você encontre o amor Dele, se não já o tiver encontrado.
    Küss

    ResponderExcluir
  6. oi sei bem do que vc ta falando!
    sei como é chegar a noite e se por de joelhos e ver que por + que vc se Expresse falta algo
    como eu queria ser melhor...
    bjs

    ResponderExcluir
  7. É sempre assim.
    As pessoas criticam se não se 'vai' a igreja, e quando começamos a ir, nos criticam novamente.
    Muito complexo pra entender!
    Adorei o texto.
    Beijos e força!

    ResponderExcluir
  8. Coisa boa é visão descortinada!

    Isso é bênção de verdade!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Me identifiquei totalmente... também via bem menos o amor de DEUS nas pessoas quando eu era fanática!
    Pensava como os outros queriam... vivia como os outros queriam, a igreja e suas instituições eram quem me moldavam. Agora, mesmo que ainda em dívida com o Pai, me sinto mais preparada para que Ele interfira na minha vida!
    Quero conversar mais com Ele, quero ser uma filha amável... assim como o nosso Pai é conosco!

    Cheirinho minha fada!
    Gosto ainda mais de você agora! *-*

    ResponderExcluir
  10. Me identifico tanto com o que disse!
    O fanatismo também me cegava... hoje compreendo bem melhor como DEUS ama cada um... como as vezes somos interesseiros com ELE, mas como pessoas tão lindas por dentro o podem ser mesmo longe de certas formas esperadas!
    Gosto mais ainda de você agora!
    cheirinho fada!

    ResponderExcluir
  11. Hola guapa tienes un encantador espacio.
    si te gusta la poesía te invito a mi nuevo espacio,
    que tengas un feliz fin de semana.
    saludos.

    ResponderExcluir
  12. Flor, tem selinho pra você lá no blog! ^^
    cheirinho linda!

    ResponderExcluir
  13. O mundo precisa mesmo é de amor, esse que não humilha, aponta o dedo, restringe, proíbe. Deus é amor, é justiça, é Pai acima de tudo e conhece nossas dificuldades.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Exatamente.

    Às vezes eu reclamo demais com Ele, tem dias que Ele fala, fala, mas eu me recuso ouvir. Daí depois eu vejo. E agradeço, como farei hoje.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Bravo! Também sou "desfiliado" de entidades ético-religiosas e busco a Deus de uma postura cristã por cima de um morro alto, sem a intervenção de pastores gritantes ou de programas televisivos milionários... Acho que Ele nos ouve bem melhor assim... Um abraço, minha cara saudosa sumida e amante das boas letras!

    ResponderExcluir
  16. eu sempre acreditei que quando as pessoas encontrassem o amor de Deus (não sendo empurradas por alguma pessoa fanática), elas entenderiam. e é exatamente isso, esse amor que nos constrange.

    p.s.: meu nome é Suzi, e estou seguindo o seu blog ;]

    ResponderExcluir