31 de janeiro de 2012

Uma dose de morfina, por favor.



"Deixe alguma morfina na minha porta
Porque vai ser preciso muita medicação
Pra perceber que o que nós tínhamos
Nós não temos mais
Sim, por você eu vou tentar, vou tentar, vou tentar, vou tentar
Eu vou recolher esses pedaços quebrados até sangrar
Se isso deixar as coisas bem

Porque não haverá luz do sol
Se eu te perder,
Não haverá céu claro
Se eu te perder,
Assim como as nuvens
Meus olhos farão o mesmo
Se você se afastar, todos os dias irá chover
Chover, chover..."

[Bruno Mars - It will rain]
________________________________________


Eis meus olhos de vidro, eles se viciaram no vazio, para me salvar desta realidade. E ao tentar recolher meus pedaços quebrados, estou me ferindo, estou sangrando, como posso fazer isso parar? Ontem, meus tios tentaram me convencer de que não compensa pagar o valor restante da bolsa parcial do Prouni. Se for assim, faça uma daquelas a distancia, uma vez só por semana... Sei que a minha mãe não contou a eles por mal, eu mesma não avisei que quanto menos pessoas soubessem melhor, infelizmente ela queria ter algo para se gabar, entretanto através minha tia, ela descobriu que esse não era motivo de se orgulhar, acho que a palavra decepção define bem o que deve ter sentido.

Ela pegou um livro ilustrado da minha irmãzinha, enquanto eu estava deitada na rede pendurada na sua varanda, falando bastante para ela não perceber qualquer sintoma de tristeza, folheou por alguns segundos, então avisou que iria ler para mim. Fiquei quieta. Meus olhos imediatamente ficaram nublados e o sorriso fingido se derreteu dos lábios. Prometi para mim mesma, dessa vez não chorar. De repente, voltei a ser aquela menininha que sonhava, a que todos chamavam de inteligente, a que ia ser alguém na vida... 

Eu acordo pela manhã, ainda está tão escuro lá fora, às vezes até vejo algumas estrelas. Seguro o celular na mão, adiando o despertador de cinco em cinco minutos, sem animo nenhum para levantar. O jeito é ativar o piloto automático e observar o que acontece. Porque se eu deixar o coração comandar as coisas, se temperar sentimentos aonde deve existir somente razão, o fracasso será a recompensa.





7 comentários:

  1. Você têm vivido belas cenas com sua mãe, creio que a intenção dela foi realmente fazer tu te sentir especial, como quando te sentia ao ser garotinha.
    É bonito e triste pela perspectiva de seu olhos.

    ResponderExcluir
  2. É querida, eu espero que tanto eu quanto você sejamos fortes, e creio que conseguiremos.
    Temos que crer.

    ResponderExcluir
  3. Sua mãe é fofa,não creio que ela deve ter se decepcionado,essas coisas acontecem e uma bolsa de 50% é melhor que bolsa nenhuma certo??
    Tenha força ok?
    Eu espero que você realmente consiga se animar,eu desejo isso pra todas vocês por que como sempre estou depressiva sei o quant é ruim.
    Beijos e força sempre ok?

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que vale a pena a bolsa sim, flor, já é alguma coisa, né?
    Sua mãe é um amor, aproveite esse tempo com ela, é tão bom...
    Senti sua falta, princesa
    Força aí

    ResponderExcluir
  5. "De repente, voltei a ser aquela menininha que sonhava, a que todos chamavam de inteligente, a que ia ser alguém na vida... "

    É assim que estou me sentindo nas ultimas semanas,estou vivendo n piloto automático,porque as raras vezes em que percebo a minha realidade a vontade que tenho é de surtar,sei lá.Sua mãe parece ser uma guerreira e o máximo que pode ter acontecido é ela ficar triste por você e não decepcionada..

    Bjo

    ResponderExcluir
  6. "De repente, voltei a ser aquela menininha que sonhava, a que todos chamavam de inteligente, a que ia ser alguém na vida..."
    Esta também foi a frase que mais me marcou em todo o texto. Onde estão os nossos objectivos de vida? Os nossos sonhos? Que é deles?
    A tua irmã, mesmo não tendo consciencia disso, teve um gesto muito bonito. E tu mereces.
    Espero que voltes a acreditar. Não podemos desistir. Um dia, o amanhã será melhor e não um fardo.
    Beijinho
    Filipa*

    ResponderExcluir
  7. Olá Fada*
    Parabéns pelo lindo post!
    Eu escutava: It Will Rain mudei para The Lazy Song ( foi nessa hora que abri seu blog) para ver se as lágrimas paravam de cair e elas insistiram me obrigando a disfarçar.
    Fui uma menina inteligente até a 8° série depois disso tudo foi pro lixo, e eu me perdi em mim mesma. Tb sonhei em ser algúem na vida mais agora tudo o que vejo é um buraco fundo e escuro.
    Eu entendo sua mãe a minha faria a mesma coisa.
    Se vc gostaria de tentar a faculdade, penso que deve remar contra todos e tentar :)
    Me identifiquei muito nesse post^!
    Abraço e força^^

    ResponderExcluir