2 de fevereiro de 2012

Cartas do subsolo











"Somente à procura de um abrigo, do frio e da dor
Alguém pra me cobrir, seguramente da chuva
Tudo que quero é estar em casa..."
[Foo Fighters - Home]

Ah, sabia que hoje não choveu? Então, ultimamente aqui anda tão úmido, dum jeito que você não gosta e de uma maneira que me deixa triste, com um céu isento de qualquer cor, pálido e meio morto, sabe... As nuvens ficam passando depressa, como se fugissem de algo que desconhecemos, mas que chatas! Nem nos avisam, não é? Deixei de acompanhar as previsões pela TV, às vezes elas mentem. Porém, continuo teimando em não buscar abrigo quando chove, pouco importa se me molho, afinal depois posso me secar.

Gostaria que outras coisas fossem também são simples que, eu pudesse deixá-las sem sentir suas farpas machucando, me lembrando sempre o que é desistir. Nem precisa me dizer o quanto eu aprendi a derrotar as situações, antes mesmo de seus desfechos. Consigo enxergar a minha culpa nos seus olhos e nos das pessoas que ainda insistem por mim.  Elas têm sido tão boas, que sinto vontade de lhes dizer: “Hey, parem de se preocupar, eu só estou fingindo, na verdade nem mereço”.

Porque a pior forma de suicídio existente é tentar provar sua capacidade para os outros e não para si próprio. E eu sempre achei que por ser triste, poderia afastar as pessoas, talvez eu esteja certa, ninguém suporta por muito tempo carregar um humor sombrio, nem eu mesma, por isso me abasteci de sorrisos suficientes para enganar. Então te peço desculpas, se apesar de tudo eu não encontre razões para querer continuar, estou inventando motivos, por acreditar que isso ainda é melhor do que se abandonar.

5 comentários:

  1. Nossa teus textos são sempre lindos e cheio de informações.
    Um beijo querida.

    ResponderExcluir
  2. Não inventes mais motivos para continuar, apenas continua independentemente da tua dor. Eu sei que isto parece um pedido cruel, e é...mas não quero que desistas de ti, porque tenho esperança que tudo mude e que o nosso mundo ganhe alguma cor.
    Estás a ser acompanhada por algum psicólogo ou psiquiatra? Seria um bom recurso ;) Ainda que a "cura" cresça de dentro para fora...
    Beijinho
    Filipa*

    ResponderExcluir
  3. estava sem tempo e com tanta saudade de vir aqui... sabe, me sinto exatamente assim. é muito difícil tentar encontrar um motivo realmente forte e importante para não desistir e viver de verdade, não sei se entendeu o que eu quis dizer, mas tente fazer isso. viva por ti, pra ficar bem, se renovar a cada dia e ver que a maior força e as maiores vitórias só dependem de ti e estão dentro de ti, sei que sabe disso. Desculpa pelo comentário meio confuso, é que pra mim não parece tão confuso assim, sabe, eu sou meio perdida, em todos os sentidos, mas é nessa minha bagunça e confusão que as vezes me encontro.
    espero que fique bem. beijos <3

    ResponderExcluir
  4. Me desculpe. Não pude ler com atenção teus escritos. Ao ver a imagem fui tomada por uma saudade triste do gatinho que há tempos tive e que há tempos se foi, igualzinho esse aí... Chamava-se Romeu
    =/

    ResponderExcluir