10 de fevereiro de 2012

Somewhere beyond the pain


Talvez eu precise de umas gentes ignorantes que, não saibam como tem sido meus últimos dias e queiram somente encaixar uns risos fáceis na minha boca. Enquanto zombam do tanto de calda derramada na minha blusa, e das sobras da casquinha no canto dos lábios depois de terminar um sorvete. E que me façam pagar o maior mico reclamando alto nas filas, brigando pelo um centavo de troco nos caixas eletrônicos, gritando meu nome dentro das lojas igual a minha mãe. Depois nos empanturramos de todos os Mac lanches possíveis, com aqueles quase-um-litro-de-coca, afinal existem as segundas-feiras pra recomeçar as dietas. 

Pessoas do tipo que transformam a milésima reprise do filme da sessão tarde na rede globo, uma estréia de cinema, mesmo com o fato de a pipoca ter mais grãos do que um galinheiro e ficar um pouco salgada ou o refrigerante congelado estar aguado. Porque, sinceramente chega um momento em que você está farta de dar explicações, de ter que corresponder às expectativas. Cansada ser dura consigo mesmo, repetindo a cada erro “você não devia ter feito isso” como uma oração. E é tão bom quando alguém percebe que não é de sermão que você precisa. Pois até para medicina cada doença tem a sua medicação. 












ATENÇÃO: HAVERÁ AFASTAMENTO TEMPORÁRIO DO BLOG, OUTRA PESSOA FICARÁ RESPONSÁVEL PELAS PRÓXIMAS POSTAGENS. 

22 comentários:

  1. Olá!
    É um grande prazer conhecer seu blog e poder ler o que escreves.
    Acredito que quando escrevemos com prazer conquistamos amigos e fiéis amantes das palavras. Sabemos o quanto é difícil levar a nossa voz, as nossas angustias os nossos sonhos às pessoas. Mas o mais importante é saber que você e eu gostamos daquilo que fazemos.E acreditamos que o mundo pode se tornar bem melhor através de nossos escritos.
    Grande abraço
    Se cuida

    ResponderExcluir
  2. Waauu! Você escreve muuiito bem! Adorei!
    E o bom que nos identificamos com o que está escrito.
    Adorei seu blog..
    Estou seguindo ele, se quiser visitar o meu: escritoemfolhas.blogspot.com
    Beijos.. Sorte ;)

    ResponderExcluir
  3. Força, vai chegar um dia que você vai se perguntar: Será que eu realmente passei por tudo isso?

    ResponderExcluir
  4. amo escrever, mais adoro ler ainda mais seus textos..
    sorrisos verdadeiros se tem com pessoas verdadeiras.. pessoas que amam te, sabe, pessoas que tem coraçao puro pra te fazer olhar pra um mundo que tura tem soluçao, e tem, de fato. Mas somos nos mesmas que complicamos.
    um dia ruim nao significa uma vida fracassada, não é mesmo?!

    amo aqui.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. amo escrever, mais adoro ler ainda mais seus textos..
    sorrisos verdadeiros se tem com pessoas verdadeiras.. pessoas que amam te, sabe, pessoas que tem coraçao puro pra te fazer olhar pra um mundo que tura tem soluçao, e tem, de fato. Mas somos nos mesmas que complicamos.
    um dia ruim nao significa uma vida fracassada, não é mesmo?!

    amo aqui.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Oie, amei seu texto. Me indentifico com ele, pois nesse momento tem pessoas que também querem forçar meus sorrisos, me dar sermoes e me sinto ainda mais perdida com tudo isso
    Obrigada por escreve-lo.
    Beijos e força!

    ResponderExcluir
  7. A falta de amigos me deixa meia que sem rumo. Todo mundo precisa rir de coisas idiotas exclusivas. Ninguém é de ferro e muito menos merece ficar sozinho pra sempre.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Claro, às vezes nada mais que uma boa companhia para nos deixar melhores. Sermões às vezes cansam mesmo. Em dados momentos é preciso de pessoas que te olhem, te abrace, que apenas tornem seu dia um dia mais bonito, sem que lhe cobrem explicações ou lhe deem conselhos. Porque tem horas que cansa... E só dá vontade de fazer algo, sem que precisemos falar nada, só sorrir, sentir o momento e curtir...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Porque você vai se afastar? Tá tudo bem?
    Desculpa ficar tanto tempo ausente e vir assim, pedindo explicações. Eu vira e mexe apareço por aqui, mas geralmente não comento.
    espero que tudo esteja bem e que você retorne logo <3

    ResponderExcluir
  10. oiee como sempre linda!
    Saudades!
    vou privatizar... se eu voltar mesmo
    Envia-me seu email.... leia.costa49@gmail.com

    ResponderExcluir
  11. Por que o afastamento?
    Espero que esteja bem.

    "Cansada ser dura consigo mesmo, repetindo a cada erro “você não devia ter feito isso” como uma oração."
    Como sempre, digo o mesmo.

    ResponderExcluir
  12. Todas as pessoas deveriam conter um rótulo com os efeitos secundários...

    ResponderExcluir
  13. Me faz um bem imenso o seu blog. Vou sentir falta do que você escreve. Espero que não demore muito para voltar. Há algumas coisas que me fazem identificar muito com você. Muito mesmo. Especialmente a parte de crer que estou fadada a um "eterno fracasso". Queria conversar mais com você. Eu poderia te mandar um email qualquer dia desses, Fada?
    E fico feliz que você esteja dando uma "pausa nas desgraças" e aproveitando um pouco o lado bom que a vida também possui.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  14. More, lindo demais esse post, serio
    Você vai se afastar porque?
    Força

    ResponderExcluir
  15. Lindo esse texto, more
    Vai se afastar porque?
    Força

    ResponderExcluir
  16. Oi...
    Vou sentir sua falta...
    Espero que esteja bem.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. É preciso estar no controle...

    bjs insanos da Insana

    ResponderExcluir
  18. pois é, meu bem...
    há tempos que nos sentimos bem assim.
    E tudo que menos precisamos é de sermões...

    ahh.. mas por favor, não nos deixe muito tempo longe dos seus textos!
    beijoo
    =]

    ResponderExcluir
  19. Jura Vihh? Que seja temporário teu afastamento.

    ResponderExcluir
  20. Interessantes teus posts, escrevo para divulgar o : www.o-cercadinho.blogspot.com Caso queira acompanhar e dar umas risadas,
    será um prazer ter nos visitando lá. O que é o Cercadinho? Segue apresentação para te situares. Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas", mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva e/ou japa. Com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada. Somos dois homens escrevendo relatos e histórias, sem pretensão literária sobre O Cercadinho. Seco, objetivo e um pouco bagual com sentimentos, assim é Iberê. Apaixonante, cafajeste e trash total, esse o Marcão. Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.
    Iberê

    ResponderExcluir
  21. Eu também estive afastado. Mas espero que você esteja bem e volte logo.
    Seus textos são maravilhosos. Não nos deixe com tanta saudade.
    Beijos, querida.

    ResponderExcluir
  22. Espero muito que você volte logo. gosto muito de ler você! muito mesmo.
    as vezes tudo é nada, e nada é absolutamente tudo.
    que tudo fique bem menininha.
    se cuida!

    ResponderExcluir