27 de fevereiro de 2012

Você parece distorcida...




"Não use uma fraqueza
Não mude de assunto
Não faça perguntas se voce teme as respostas
Voce parece distorcida."

[Crying Out - Shinedown]
______________________________




Após o corte, meus cabelos mancharam o chão. Três anos de alisamento terminaram dentro de uma sacola de supermercado num canto qualquer do quintal.  Aquelas pontas espichadas não incomodavam apenas o meu namorado... Sem falar que se podiam achar vestígios de mim em todos os cantos da casa, de tanto que o meu cabelo estava caindo – segundo o cabeleireiro isso é emocional, pode ser. Até o momento em que só visei a minha opinião, realmente gostei do meu reflexo no espelho, porém noutro dia ao acordar, bateu aquele arrependimento, uma vontade louca de não ver ninguém.

Meu mau humor devido a isso ficou evidente e, acabei descontando nele. Principalmente porque temia a sua reação, o medo da rejeição, de não querer mais me levar para sair com seus amigos, me transformou em um monstro num piscar de olhos. Dias antes no carnaval, viajei juntamente com meu namorado e a família dele para uma cidade próxima chamada Corumbá, foram dias deliciosos, distantes da minha rotina, realmente tudo o que eu precisava. Entretanto ao voltar, minha irmã me magoou ao dizer algumas coisas, prefiro acreditar em ciúmes a qualquer outro sentimento.  

Tive de desmarcar alguns compromissos durante o ultimo fim de semana, para poder “compensar” a viagem e alegrá-las. Senão iria ouvir coisas do tipo: “ah, que você mudou” ou “não quer mais saber da gente”. Eu as amo muito e confesso ter acostumado mal a minha mãe, (pois a minha irmã nunca reclamou antes disso, era certo que estava com raiva no momento e me usou como estepe). O fato de ela me requisitar todos os finais de semana, contribuiu para que eu não firmasse laços de amizades, dos quais tanto sinto falta.

Quando eu olhei os arranhões na lataria do carro dele, feitos por um digamos “quebra-molas” na rua de chão da casa da minha mãe. Somado a tudo isso que escrevi acima, a minha sexta-feira teve um fim desastroso. 


9 comentários:

  1. Ainda bem que tem dias melhores... risos. Boas Sorte!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Nao entendi direito... vc se arrependeu de cortar o cabelo? ou fez isso pq ele estava a cair?
    se vc fez pq estava caindo, n tem motivo para seu namorado te regeitar... nem se vc cortou e depois c arrependeu... n faz sentido...
    Animo menina, cabeça esguida! as cosias vao melhorar!
    Bjão da Alê

    ResponderExcluir
  3. As vezes eu preferia acreditar que o que minha mãe me falava era por cíumes...

    ResponderExcluir
  4. Oh, querida, não se sinta tão mal com o corte de cabelo, as vezes demora pra acostumar e se gostou no início, voltará a gostar. Tenho certeza também que seu namorado vai gostar e de forma alguma iria de rejeitar por um corte de cabelo.
    As vezes as coisas desmoronam quase tudo que ao mesmo tempo, mas o mesmo sempre ajuda a colocar tudo de volta no lugar. As coisas vão melhorar :)

    Küss

    ResponderExcluir
  5. Meu cabelo também tá caindo muito, mas é por outro motivo...
    Espero que esteja bem, flor
    Sinto sua falta por aqui
    Kisses

    ResponderExcluir
  6. Oiee florzinha!
    Espero que esteja melhor!
    Cabelos... ah amiga!!
    Vc estava tão bonita na foto que vi!
    Ahhh... canceli minha conta no facebook.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Não fique triste, os cabelos crescem...Hj vim me atualizar com a sua poesia. Depois de algum tempo senti saudades de vir te ler. Beijos querida.

    ResponderExcluir
  8. continuo aqui, no novo cantinho mas continuo a ler te.* bj

    ResponderExcluir
  9. É complicado, mas as coisas se acostumam, se encaixam. Você vai ver. Os dias melhoram querida.

    Beijo!

    ResponderExcluir