16 de outubro de 2012

Tempestade



Despertamos, eu e a minha irmã com o rugido do trovão vibrando por inteiro a janela do nosso quarto. Demorei alguns segundo para lembrar quem eu era e onde estava, quando um relâmpago clareou todo o local. Engraçado como dá aquela vontade de se esconder embaixo das cobertas nessas horas. Ela se pôs de pé primeiro, disposta a acordar o meu pai para suspender suas caixas com mudanças do chão. 02h45min da madrugada. A varanda da minha avó, antes ampla, agora parecia um deposito com caixas de todos os tamanhos, trouxas etc.


Enquanto ajudava a erguer as coisas o mais alto possível, observei que a tempestade pintava o céu de salmão, com umas rajadas de vento tão fortes como chicotadas, gostaria de saber aonde haviam se metido as nuvens fofas de algodão. Éramos apenas vultos. Para mim aquilo tudo tinha gosto de pesadelo. Não importa se é apenas dez dias ou mais, o fato é que estamos morando com o meu pai de novo. Por duas ou três vezes naquela mesma noite, eu o ouvi perguntando para minha madrasta se ela iria procurar uma casa para alugar. Era explicito que, se pudesse não estaria ali.

Poderia ter sobrado qualquer outro sentimento, desta relação pai-e-filha, ao invés de pena. Senti saudades também, mas não admiti. Quem sabe eu não vomite todas essas confissões ou elas voltem à tona em forma de remorso um dia. Não sei. Não há outra pessoa com quem eu tenha sido mais exigente nessa vida, se não meu pai. Ele não traiu só a minha mãe, eu e a minha irmã tivemos de aprender a conviver com um homem completamente desconhecido. Passei a desvendá-lo após a separação.

Seria exagero afirmar que ele foi minha primeira desilusão amorosa? A psicologia certamente explica. Passei a achar que todos os homens seriam como ele. Não me interprete mal, eu amo meu pai, entretanto o muro de Berlim existente entre nós não dá sinais de que vá cair. 

Um comentário:

  1. Que texto maravilhoso... Sempre que passo por aqui me sinto descrita.
    Minha relação com meu pai é exatamente assim: quero que todos os homens sejam como ele, mas existe um Muro de Berlim entre nós.

    beijos

    PS: seu layout esta lindo. quem fez??

    ResponderExcluir