12 de dezembro de 2012

Garotas de vidro


"Quando você tenta o seu melhor, mas não tem sucesso.
Quando você consegue o que quer, mas não o que precisa.
Quando você se sente cansado, mas não consegue dormir.
Preso em marcha ré.

Quando as lágrimas começam a rolar pelo seu rosto.
Quando você perde algo que não pode substituir.
Quando você ama alguém, mas é desperdiçado.
Pode ser pior?

Luzes te guiarão até em casa
E aquecerão teus ossos
E eu tentarei, consertar você

Bem no alto ou bem lá embaixo.
Quando você está muito apaixonado para esquecer.
Mas se você nunca tentar,você nunca saberá
O quanto você vale.

Luzes te guiarão até em casa
E aquecerão teus ossos
E eu tentarei consertar você

Lágrimas rolam no seu rosto
Quando você perde algo que não pode substituir
Lágrimas rolam pelo seu rosto
E eu... E eu tentarei, consertar você" [ Coldplay - Fix you]
____________________________________________________


Meu nome não é Lia. Mas, aposto que se tivesse continuado... Continuado a matar o meu cérebro de fome, seria o meu corpo e não o de Cassie naquele caixão de vidro conforme descrito no livro. Não dá para saber o momento exato em que você decide atravessar a fronteira e, “escolhe” viver cada dia entre a vida e a morte. A linha é tão fina, não é? Eu diria até invisível aos olhos nus e obcecados. Quando se vê estamos totalmente do outro lado, observando todos os nossos finais alternativos futuros, tudo o que poderíamos ter sido suspensos como balões de ar.

Nunca deu para ser completamente “Ana” ou “Mia”, como as personagens.  Ainda que eu colocasse o cabo da escova de dente o mais fundo, as cerdas fazendo cócegas no céu da minha boca, a comida, ela não voltava pela minha garganta.  Regurgitava apenas uns sons estranhos, protestos do meu corpo contra aquilo no qual eu o submetia. Meus joelhos tremiam contra o chão frio do banheiro. Meus dedos apertavam tão duro, as bordas da privada que o sangue deixava de chegar à ponta. E os números desciam pelo ralo, você sabe, eles nunca estarão bons o bastante até serem zeros.

Você acredita estar somente ferindo a si mesma e que a melhor opção é manter as pessoas do lado de fora. Reveste seus vazios com calorias, laxantes, exercícios etc. Presa neste ciclo, sempre pronta a despencardespencardespencar. Espero que descubram – assim como aconteceu comigo – uma brecha e a façam voltar. Voltar a se sentir como uma garota de verdade. Espero que ninguém a deixe ir e que você não se abandone. Infelizmente, esse fantasma nunca vai lhe deixar, porém você pode escolher não ouvi-lo mais como eu fiz e retomar o controle da sua vida. 

14 comentários:

  1. Primeiramente, não sabia que essa letra é tão linda, escuto a musica tanto tempo e não dei importância a ler.
    Bem, pelo realismo do post, acredito que você realmente sofra desses " fantasmas" e todos nós temos um.

    É preciso mata-los;

    ResponderExcluir
  2. Ó vou te falar, tu arraso em ter se livrado dessas vozes que atormentam almas necessitadas de ajuda. Procure manter-se bem amparada e por volta das luzes. Não se deixe iludir pelas tentações, afinal sao apenas tentaçoes. Siga sempre a sua mente e o seu anjo da guarda.
    Força e Fé
    Beijos de luz
    DN e ZP

    ResponderExcluir
  3. oi linda. Parabéns por ter conseguido acordar, se vc não conseguir se controlar completamente no inicio não se frustre é como parar de fumar, e difícil mas da pra chegar lá! fiquei mto mto feliz com esse post te desejo toda força do mundo!!!
    bjoss

    ResponderExcluir
  4. A vida não passa de um jogo com finais alternativos.
    ashhsahasash,vamos tentart o final bom,onde a personagem fica feliz.
    força!
    beijinhos:*

    ResponderExcluir
  5. Sem dúvida alguma esta é a postagem mais bonita que eu li sua neste ano. E foi a que mais me tocou. De um jeito muito forte, sabe, Vihh.
    "Você acredita estar somente ferindo a si mesma e que a melhor opção é manter as pessoas do lado de fora. Reveste seus vazios com calorias, laxantes, exercícios etc. Presa neste ciclo, sempre pronta a despencardespencardespencar. Espero que descubram – assim como aconteceu comigo – uma brecha e a façam voltar. Voltar a se sentir como uma garota de verdade. Espero que ninguém a deixe ir e que você não se abandone. Infelizmente, esse fantasma nunca vai lhe deixar, porém você pode escolher não ouvi-lo mais como eu fiz e retomar o controle da sua vida.".
    Senti uma vontade tão grande de chorar quando eu li isso aqui. Fiz um esforço descabido para me segurar. Uma vez que você adquire um transtorno alimentar, sua vida nunca mais será a mesma. A parte mais difícil talvez seja a de mentir para todo mundo. Todo mundo mesmo. Inclusive as pessoas que mais lhe são importantes. Você dirá que está bem, que melhorou e que está seguindo, quando, na verdade, você estará passando pelo próprio inferno e dando um abraço ainda mais caloroso no diabo - a sua doença. Ele vai substituir com maestria tudo aquilo com o que você não consegue lidar.
    E, nesta época de natal, tudo tão bonito, a cidade inteira brilha enquanto você escurece mais a cada minuto. É assim todos os anos. E eu tenho a sensação de que continuará sendo assim até...não sei...
    Bem, acho que eu já me abandonei há muito. E isso muda a configuração das coisas. Esmaece sua vida e o que costumava fazer parte dela. O transtorno alimentar faz você ficar com os restos de tudo o que já amou. Perdi tantas coisas, meu Deus, tantas coisas. Tantos momentos. E ainda estou perdendo. É estranho e sofredor, porque eu tenho consciência do quadro e não posso alterá-lo. Não consigo deixar o fantasma. Não consigo.
    Em meio a tudo isso, é como se você simplesmente não fizesse parte da vida. Álias, você não faz parte da vida. Por que passamos por isso?
    De qualquer forma, seu último parágrafo me inspirou muito e me trouxe esperança. E esperança, talvez, seja a coisa de que mais necessitemos.
    Obrigada, Vihh. Muito obrigada.
    Ouvir você sempre é um enorme conforto. Desculpe-me pelo desabafo. Mas você sabe do que falo e isso torna tudo menos doloroso.
    =**

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de abraça-la, beija-la e dizer que dias melhores podem chegar.
    abraços, beijinhos, carinhos! <3

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto, de verdade. A letra da música do coldplay sempre me deixa emotiva quando leio e quando ouço. E a música que me faz deixar as lágrimas brotarem em meio ao caos, mas num momento inconfundível de quase paz. Ao ler os comentários, fiquei na dúvida: o texto é fictício ou faz parte da sua vida? O texto ainda é lindo, independente da resposta. Se não for fictício, deixo apenas: dias melhores virão. Pode ter certeza.

    ResponderExcluir
  8. ....sim nunca sabemos... mas podemos lutar!
    Muita força linda!

    Espero que hoje esteja melhor do que o dia que escreveu!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Acho que nunca um texto seu mecheu tanto comigo. Isso é tão, tão meu, parece que fui eu que escrevi.

    ResponderExcluir
  10. Acredito também que seja quase invisível... Quase, quase.
    Mas sempre podemos escolher, sempre temos a opção de "vamos tentar só mais uma vez".
    Cuide-se.
    Que esse ano seja bonito para vocÊ!

    ResponderExcluir
  11. Vih, vc está bem?
    E o enem?

    Fica bem mesmo.


    Carla do trintaraios.blogspot.com

    ResponderExcluir