18 de janeiro de 2013

Antes que a crise ganhe...



"Por eu ser cheia de ter certeza de tudo, só quero alguém que me prove o contrário." _ Verônica H


Fiquei procurando fragmentos do que sentia no campo de busca do Google. Li alguns textos com sentimentos iguais aos meus na internet. Só para depois de um tempo me sentir uma completa idiota. Ninguém pode detalhar exatamente o que está acontecendo, nem mesmo meu terapeuta, se eu tivesse um. Tudo está guardado aqui e se recusando a sair, simples assim. Só eu tenho acesso direto a eles, só eu posso ir à raiz e arrancar com as mãos, ninguém pode fazer isso por mim, mesmo que eu quisesse. Já tentei elevar o poder positivo interior e blábláblá como propagam esses livros de autoajuda, também não adiantou.

Talvez eu desconte em você, mesmo sem querer, um pouco dessa sobrecarga de não saber administrar muito bem as coisas aqui dentro. Em alguns dias sou lagoa em outros pareço uma bomba-relógio: cortou o fio errado entro em contagem regressiva, apenas para implodir depois sozinha num quarto escuro. Não sou de destruir as coisas – afinal, quase tudo saiu do meu bolso, ainda que não tivessem saido – meu esporte favorito é a autodestruição. Pensei que não pudesse atingir ninguém além de mim mesma, mas você chegou perto o suficiente deste terremoto com nome e sobrenome que sou eu.

Você se sente igual a um SAC (Sistema de atendimento ao cidadão) de um supermercado. Minhas palavras antes mesmo de saírem já se transformaram em reclamações. Em minha defesa, só são reivindicações. Eu não sei o que fazer para mudar isso, para deixar de me sentir magoada, para deixar de te magoar. Todas às vezes eu giro em círculos sem achar a saída, simplesmente por ter fantasiado alguém durante tanto anos que, criei um personagem no qual eu gostaria que você interpretasse, desculpa. Se você continuar se arriscando a me fazer feliz – mesmo em meio às crises – eu prometo que não vai se arrepender, pois, eu ainda tenho para te dar, um amor bem maior do que você imagina. 

9 comentários:

  1. Entendo perfeitamente vc! Ninguém até nós mesmo podemos "decifrar" nossos sentimentos!

    As vezes sinto-me igual a ti! Um SAC!

    Flor este link que tem meu blog ai ao lado, não é mais meu, apaga. Não sei porque as pessoas "pegam" a identidade das outras e fica usando, porque não cria um para elas. Excluir ai da sua lista.

    O meu novo link é este: http://euconsigomudarparamelhor.blogspot.com.br/


    Flozinha... que vc possa vencer a cada dia.

    Abraços!
    Lia*

    ResponderExcluir
  2. Oie Flor, tem um informativa no meu blog!! No meu blog. Caso vc posso ir até lá! Eu ficarei grata!
    Pois tem gente usando meus antigos url, como se fosse eu!
    Até vc tem na lista um url que não sou eu!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Respondendo e agradeço sua força no meu blog!

    "Eiii Minha linda Vihh... muitas saudades de vc!!
    Pois é amiga, fiquei revoltada, vi até no seu uns dos url.
    Poxa vida!

    Salva o meu agora! Muito obrigada!
    Beijos!"

    ResponderExcluir
  4. sempre temos para dar o amor que queremos receber.
    eu tenho, ele nem sabe.

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto quando chego num blog e antes do texto, a foto fala comigo.
    Adorei. Me sinto igual. Agora fiz igual a vc, li um texto de sentimentos parecidos com os meus, quem sabe agora eu escreva sobre meus proprios sentimentos?

    Obrigada por tuas visitas meigas e estimulantes no meu canto =]

    Ah, e queria saber quem fez teu layout, preciso trocar o meu urgente!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Também sou péssima administradora de 'interiores', mas, não é de todo ruim. Muitas vezes o fato de não decifrar faz com que o que não é bom passe mais depressa...

    ResponderExcluir
  7. E o enem? sempre que vejo algo sobre Sisu seilá lembro de vc.
    Tentou de novo?


    bjo.

    Acho que vc nem lembra de mim. Volte para o seu blog :)
    Ele é lindo, suas palavras são a vida dele.
    E me fazem um bem danado.
    Ah, volta.

    ResponderExcluir
  8. puxa, tem muito de mim aqui, muito mesmo, gostei da tua sinceridade. já te sigo, bjs
    http://eubipolarbuscandoapaz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Sinceramente?
    Bem diferente de todos os textos "romanticuzinhos" da internet.
    É um sentimento de confusão e ao mesmo tempo de declaração.
    Acredto que daqui algum tempo passei por essa mesma situação, não saberei expor em palavras tão bem quanto você;

    Permita-se sentir amada.

    ResponderExcluir