6 de março de 2015

Li no Ônibus: Livre, de Cheryl Strayed.


Eu acostumei a ler no ônibus, pois, passo em média três horas dentro deles todos os dias. Foi então que tive a ideia de fazer resenhas dos livros lidos, espero que gostem.

Lido em: Fevereiro de 2015
Título: Livre (título original: Wild)
Autor: Cheryl Strayed
Ano: 2012
Editora: Objetiva
Páginas: 376
ISBN: 9788539006458
Traduzido por: Débora Chaves

“(...) fazer a caminhada na Pacific Crest Trail era o meu caminho de volta para a pessoa que eu costumava ser.” p. 28

Livre, escrito por Cheryl Strayed, não é um daqueles livros que passam despercebidos na estante da livraria, seja pela sua capa ou pelo título, ambos nos convidam a conhecer a história da autora, a qual é retratada a partir de um período crítico da sua vida: a repentina morte da sua mãe devido a um cancer . Na época, então com vinte e dois anos, Cheryl vê seu mundo se configurar para algo completamente sem sentido, tudo se desfaz, seu casamento, sua relação com o padrasto (antes considerado como um pai) e com os irmãos. Desesperada começa a usar drogas, beber em excesso e fazer sexo com vários homens.

Passado quatro anos desde o falecimento da mãe, a autora se convenceu de que fazer uma trilha – sozinha e com cerca de 1.770 quilômetros por três meses a ajudaria a superar essa perda ainda tão latente e se reencontrar. E é esse o foco central da história. A principio, os preparativos para fazer a trilha podem parecer desinteressantes, fazendo a leitura cansar um pouco, mas, depois observamos que todos os dados técnicos oferecidos são cruciais para o desenrolar da história e para a compreensão dos desafios enfrentados. 

Não se trata de um livro que faça chorar, mas, em vários trechos ele me fez pensar na minha própria vida. Na importância dada ao dinheiro, nas relações que negligenciei e em minhas limitações. A coragem e determinação de Cheryl tornam a sua história tocante e inspiradora, como se dissesse ao mundo “você também pode, nem tudo está perdido”. 

24 comentários:

  1. Eu estou louca pra assistir ao filme, mas imagino que o livro seja melhor ainda. Eu fiquei bem interessada na história assim que vi o trailer do filme, lendo tua resenha agora também me deixou com vontade do livro.

    Fico feliz que tenha gostado lá do meu cantinho e seja sempre bem vinda por lá
    Bom final de semana
    :*

    ResponderExcluir
  2. Nossa é muito tempo dentro de ônibus né??
    Imagino o seu cansaço!!!
    E o livro parece ser ótimo gostei da dica gata!!!

    Beijos;)
    * Blog da Pâm

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar desse livro e eu acho isso demais, adoro descobrir livros novos. Parece bom mesmo, pra mim q adora viajar e morro de medo da morte tenho ctz que vou adorar. Um beijo

    www.eunomadiando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa , fiquei super curiosa pra ler esse livro :O principalmente depois dessa frase “(...) fazer a caminhada na Pacific Crest Trail era o meu caminho de volta para a pessoa que eu costumava ser.”
    #Partiu_baixarlivroempdfporquesoupobre HEUHRUEHUEHEU

    ResponderExcluir
  5. Eu assisti esse filme na primeira noite fora de casa. Quando eu resolvi me mudar. De estado, de tudo. Foi um baque acompanhar a jornada dela durante o filme - porque meu espírito é assim também, acho que sou uma mochileira desde sempre - e me vi ali em muita coisa. Parei pra pensar muito na minha vida também. Nas escolhas. Nas estradas. Nas pessoas...

    Vale assistir e penso que deve valer muito a leitura também...
    E fica a mensagem.

    Paz e bem, Sarah
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem?
    Eu não vi o filme e nem li o livro mas a sua resenha me faz parecer um livro bem legal, que faz parecer a gente pensar na vida!
    beijos

    ResponderExcluir
  7. O sonho da minha vida é ter um livro seu em mãos para lê-lo. E tenho muita esperança de um dia o faze-lo. Por enquanto, me contento com as resenhas mesmo.
    Aliás, comprei "O meu pé de laranja lima". Ainda está com o plástico. Conhece?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anne, muito obrigada! Quando eu publicar, me lembrarei de te mandar um exemplar!
      Nunca vi este, depois me diz o que achou?
      beijos

      Excluir
  8. Também faço parte do time que lê no transporte público. No meu caso, é o metrô. Haha.
    Não conhecia esse livro, obrigada por postar sobre ele aqui! Já estou procurando, adorei o que contou sobre a história, acho que ele vai roubar um pedacinho do meu coração! :)

    ResponderExcluir
  9. Vou ver o filme pois como livro demoraria muito e eu acho que a escrita da autora não seja lá um clássico kk

    ResponderExcluir
  10. Tenho lido muitas resenhas positivas desse livro, estou animada para ler. Espero conseguir ler antes de ver o filme (aliás, você viu?).

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, não vi ainda, mas estou ansiosa para ver!

      Excluir
  11. Resenha bem interessante! =)

    http://whattostyle.blogspot.com

    xoxo,
    Jessica

    ResponderExcluir
  12. Gostei da ideia de fazer resenha com os livros que você leu no ônibus, queria eu poder ler. Quando o ônibus tá vazio e tem lugar pra sentar, ele vai rapidinho porque não tem trânsito, as quando tá cheio, não tem como ler em pé com 9837297 pessoas no ônibus tentando passar atrás de você :( Eu estou doida pra ver o filme sobre esse livro, achei muito legar a sinopse quando li, mas então é real mesmo a história? Fiquei com mais vontade de ler ainda.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim é real, e tem um filme que lançou no começo deste ano!
      beijos

      Excluir
  13. Que bacana! Eu tô bem interessada na história, mas acho que vou acabar vendo o filme antes! Gosto dessas grandes lições e reflexões!

    www.chezb.com.br

    ResponderExcluir
  14. Te admiro muito por conseguir ler em ônibus! Se eu tento fazê-lo, minha cabeça fica doendo pelo resto do dia. :i

    Realmente, a capa e, principalmente o título "Livre", faz o livro não passar despercebido. Nossa, ao ler a terceira linha da sua resenha com mais atenção percebi que a história é real e foi vivenciada pela própria autora! Ual. Mesmo não se tratando de um livro que faz chorar, acredito que se eu lesse, choraria horrores. Qualquer história assim, mais tocante, me emociona. Anyway, esse livro parece que tem um filme, né?

    Tenha uma ótima semana!
    xoxo, a l l u n a r ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriella, a história é real sim. Gosto muito de ler livros assim. O filme já lançou, mas ainda não assisti, curiosa para isso.
      grandes beijos.

      Excluir
  15. Ótima resenha! Com certeza já foi pra minha lista xx
    fairiesdancing.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, qualquer dica de livro estou aberta a sugestões!
      beijos

      Excluir
  16. Um dia li um texto motivacional onde o autor citava a história inspiradora dela e em um dos comentários alguém citou "vai virar filme"! Já entrou na minha lista para ver :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Oie, oie, oie :D

    Ouvi falar muito do filme durante a semana do Oscar, até cheguei a procurar um pouco sobre o livro, mas não consegui ler ainda. Li muitas críticas construtivas e indicações, me fez lembrar um pouco de Into the Wild :3 rs Vou por na listinha depois dessa apresentação :D

    xoxo

    ResponderExcluir