26 de janeiro de 2016

O que te move?

 :
fonte: http://www.shopstyle.com/action/apiVisitRetailer?id=462356405&pid=uid6704-516052-92
Olá! 
Janeiro quase terminando e parece que o ano só vai começar mesmo depois do carnaval. 
2015 não-foi-fácil para ninguém. Mas, estamos com um ano novinho pela frente e, por incrível que pareça, estou bastante animada com ele. Estou com um desejo intenso de mudar, deixar de ver somente o lado ruim das coisas enquanto invejo a aparente vida boa das outras pessoas (Obrigada, terapia). Sabe quando você tem a impressão de estar perdendo algo lá fora? Às vezes tenho a impressão de que há em algum lugar uma vida totalmente diferente desta que estou vivendo, esperando somente eu me posicionar. 

Devido a essa sensação, resolvi partilhar aqui o que me inspirou e está inspirando a mudar:

- Você não é obrigada (o) a nada! Engraçado, foi uma das primeiras coisas que aprendi com a terapia e... FOI UMA DESCOBERTA MARAVILHOSA! Quantas coisas você faz e nem percebe (ou finge não perceber) que se sente obrigado a fazer?

- “Isso me traz alegria?” Se a resposta for afirmativa, guarde-o. Caso contrário, jogue-o fora. Este não só é o critério mais simples, como também o mais preciso. Essa é a lógica da guru da organização Marie Kondo autora do livro "A mágica da arrumação". Eu acho que dá para expandir essa ideia para além dos objetos, para tudo na vida! E realmente eu percebi que muitas coisas não estão me trazendo felicidade. Para baixar o livro em PDF Clique aqui.  

- Ser mais consciente. Não, não é modinha. Todo mês eu estou fechando a conta no vermelho e, bem, isso é bem real e não acontece só comigo. Qualquer liquidação era motivo. Então me descadastrei de um monte de sites de promoção que me faziam perder manhãs inteiras enchendo carrinhos virtuais só por pura diversão. Antes chegavam em média 100 emails por dia, hoje no mínimo uns 5. Devo falar sobre isso nos próximos posts, mas a ideia não é parar de gastar, e sim comprar prezando qualidade e necessidade.  

Quanto ao lixo, assunto delicado que merece muita atenção. Hoje é praticamente impossível viver sem produzir lixo, porém, o que pode ser feito para minimizar esta situação, digamos crítica? Ainda estou aprendendo sobre isso e dois blogs maravilhosos caso você queira se interessar são o Um ano sem lixo e Menos 1 lixo

- Guarda roupa cápsula. Consiste em criar um guarda roupa compacto, mas funcional, de acordo com a temporada ou do que você mais gosta mesmo. A ideia é acabar com a concepção de não ter nada para vestir. Algumas bloggers adaptaram para 37 peças, outras 33 e até 52 peças. Depois de pesquisar bastante sobre esse conceito, simplesmente considerei a ideia genial. Nunca fui fã de roupas chamativas, mas acabava comprando uma ou outra que só usava uma vez e depois não conseguia nenhuma peça para combinar. E como eu gosto muito de peças básicas, acho que não custa nada tentar! 

Deixe outras ideias inspiradores nos comentários se você souber! 
Até a próxima!
Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário